Achei que 2016 seria só mais um ano, com as esperanças e os planos de sempre, nada demais. Mal sabia eu que a vida prepararia grandes arapucas não só pra mim, mas pra tanta gente por aí, um aninho que passou rápido como quem parecia ser inofensivo, mas não poupou problemas. Tá, é claro que não dá pra achar que depois de meia-noite tudo se resolveu. Ainda vai ter muito problema pra gente resolver sim, mas seguimos desejando coisas boas, torcendo por um ano melhor, e o mais importante: tentando enfiar na cabeça que nada muda se a gente fica parado só observando os dias passando e não fazendo nada.

Minhas “metas” continuam praticamente as mesmas, algumas delas já avançadas e alavancadas, e aproveitando que todo mundo anda dizendo que 2017 está marcado pra ser o início de um novo ciclo cheio de mudanças, por que não aproveitar? Mais do que qualquer coisa, 2016 me ensinou, muitas coisas, em todos as áreas da vida. Um dos destaques foi que aprendi o tal do foco, coisa que não sabia o que era há muito tempo, e agora é hora de aplicar todas essas lições num ano cheio de ação e de conquistas bacanas. Vamos tentar juntos?

Pode entrar, 2017, cê não sabe o quanto a gente te esperou.

Comentários

Em 2015 eu estava bastante otimista para 2016. Quebrei a cara, que ano difícil! Mas, assim como você, aprendi bastante coisa, principalmente nos últimos meses, e me sinto livre e leve para fazer de 2017 um ano melhor.

Na virada de 2015 pra 2016 prometi pra mim mesmo que faria as coisas diferente e que faria o possível pra ser um ano inesquecível, e agora no final de 2016 parei pra analisar o ano e, por mais estranho que pareça esse foi o ano de muitas mudanças e de conquistas pra mim, não teve apenas momentos bons, mas sem duvida nenhuma foi o ano mais “diferentão” de toda minha vida uhehshueh

Você esta certo, não adianta ficar sentado na poltrona do seu quarto esperando que esse ano seja um ano maravilhoso, o importante é correr atras de seus objetivos e fazer as coisas acontecerem!

Deixe uma resposta