Estamos todos sozinhos. Esse é o ponto de partida que o ilustrador Belhoula Amir escolheu para uma série de ilustrações delicadas e significativas chamada “Alone”. Vi as imagens ouvindo Lana del Rey, então dá pra imaginar a reflexão que isso gerou, né?

Se você já parou pra pensar nisso, com certeza percebeu que nós realmente estamos sozinhos nesse mundo. Mesmo amando e sendo amados, tendo amigos, família, namorados e namoradas, esposas e maridos, cachorros e gatos, no fim ninguém vai embora com a gente. Ser ou estar sozinho não é necessariamente ruim, a gente precisa sim de um tempo, de se curtir, se amar. Fico me perguntando se Belhoula quis instigar um insight nas pessoas: você se dá o valor que merece? Você cuida de você como se fosse a única pessoa no mundo?

Alone, por Belhoula Amir

Alone, por Belhoula Amir

Alone, por Belhoula Amir

Alone, por Belhoula Amir

Alone, por Belhoula Amir

Alone, por Belhoula Amir

Alone, por Belhoula Amir

Se você também se apaixonou pela estética poética do ilustrador, vem ver também essa série derivada onde dá pra perceber que os heróis também estão sozinhos! É só clicar na imagem abaixo:

A Lonely God

Comentários

OMG! Que coisa linda… realmente nos faz ter esse insight e a nos questionar sobre a vida!
Por mais que estejamos rodeados de pessoas, e nos sentindo amados, ainda somos um só nesse mundo, somos únicos, gosto de pensar assim! :)
Adorei as ilustrações, e estava mesmo precisando de coisa bonita pra mexer nos quadrinhos do meu quarto. Vou já salvar aqui e mandar imprimir. Acho que pode, né? ;)

Poxa Zé! Que saudades…

Ainda bem que o Blog voltou, e pelo visto com tudo! Coisa boa.

Muito interessantes gravuras…ouvindo Lana Del Rey ainda, vish! Hehe

Abraços

Preciso dizer que conheci seu blog por acaso e estou amando. Ainda estou explorando os posts, mas queria muito comentar e agradecer pelas informações. Seus posts sobre ilustrações e design vão ser muito úteis pra mim. Estou querendo muito fazer faculdade de Design Gráfico e a cada post que vejo sobre isso eu fico mais apaixonada ainda. <3

Tatiana, que bom ler que os posts aqui te inspiraram a se apaixonar mais ainda por essas áreas, significa que tô conseguindo o que eu quero: espalhar inspiração pela internet! Beijo!

Adorei. Já “roubei” pra usar de bg no celular.
Ver essas ilustras ouvindo Lana Del Rey, dá pra ficar mais deprê? haha zoa. É interessante parar pra pensar nisso… Quantas vezes já não me vi como nas ilustrações?! Mas sei lá, às vezes acho que não precisamos ser sozinhos, não nascemos pra isso, por mais que minha maior vontade algumas vezes seja acreditar que nascemos sim… Ser sozinho talvez seja a saída mais fácil e egoísta, por isso acredito que o desafio de ser plural traga mais sentido à vida.

Gostei demais desse projeto. Realmente traz uma reflexão legal, mas eu vi de uma forma diferente: nós que escolhemos ficar sozinhos agora, sendo que morreremos sem ninguém. É uma escolha que eu acho que ele quis passar. Escolha.
De qualquer forma, amei conhecer ele, então obrigada.

Beijos,
Bi.

http://www.naogostodeunicornios.com

Deixe uma resposta