Já faz um tempo que estou para resenhar alguns livros que comprei durante o ano passado, mas vocês me conhecem e já devem imaginar o quanto eu demorei para terminar de lê-los, né? Aliás, ainda faltam dois para completar, hehe. Mas vamos ao que interessa, shall we?

O primeiro livro dessa leva literária é o que deu origem a um dos meus filmes favoritos: O Diabo Veste Prada. Trata-se da história de Andrea Sachs, recente formanda que sonha em trabalhar no The New Yorker, mas que para chegar lá, aceita o desafio de ser assistente de Miranda Priestly, influente editora-chefe da revista de moda Runway. Na teoria, “milhares de garotas se matariam por esse emprego”; Andrea nem tanto. Sem toda a desenvoltura das altas e magras editoras que mais parecem modelos da própria revista, Andy já não começa bem; mas tudo fica dez vezes pior quando Miranda está envolvida. Sem dó, ela delega às suas assistentes (e a quem for necessário) tarefas absurdas, extracurriculares e várias vezes sem contexto algum; e isso não é nem a ponta do iceberg. Acreditem, o título do livro faz jus ao conteúdo.

Como assisti a adaptação para o cinema primeiro, é impossível não folhear as páginas pensando em Anne Hathaway e Meryl Streep fazendo maravilhosamente os papéis de Andrea e Miranda Priestly, respectivamente. Mas calma, não sou mais um dos que adoram soltar que “o livro é muito melhor do que o filme”. Gosto de separar bem as coisas e entendo quando alguns acontecimentos ou até personagens precisam ser diminuídos, como é o caso dos amigos de Andy, que perderam significativa relevância nas telonas. As protagonistas também mostram personalidades bem mais fortes na publicação: Miranda consegue ser cinco vezes mais odiável e Andrea, três vezes mais resistente e sarcástica, motivo para boas risadas inesperadas. Em resumo, apesar das diferenças, as duas versões conseguem ser ótimas, cada uma com a sua proposta, com seu público-alvo e com seu sucesso comprovado. ;)

Depois de alguns dias de espera pela entrega da Submarino (comprei usando um cupom de desconto), meu “julgamento pela capa” foi até muito bom. Preciso dizer que a da pós-adaptação me agrada mais que a original, mas eu ainda preferiria se ela não viesse com essas stills na parte inferior, não achei legal. Falando de diagramação, o espaçamento entre linhas estava ok, mas poderia ser um pouco maior para facilitar e deixar a leitura mais confortável. O papel é branco e a gramatura leve, o que também não contribuiu para eu amar a parte visual em geral.

De qualquer forma, Andy me conquistou, e mesmo terrível de se lidar, Miranda também ganhou um pedacinho do meu coração. Confesso que fiquei curioso para saber a opinião de vocês sobre o livro, principalmente sobre o final. Mas sem spoilers. ;)

Ficha técnica:

Título: O Diabo Veste Prada
Título original: The Devil Wears Prada
Autora: Lauren Weisberger
Tradução: Ana Luiza Dantas Borges
Ano: 2003
Editora: Record
Edição: 21ª
Páginas: 407

Comentários

Oii Zé, eu morro de curiosidade para ler este livro sabia?
Só vi o filme e como sabemos, os livros são muito mais legais :)
Te adc no instagram, ta??
Bjinhos, seguindo aqui
parabens pelo blog.

>CHÁ DE CALMILA<

Oi Zé!
Você tava meio sumido né?
Bom, eu nem sabia que existia um livro, na verdade a versão cinematográfica desta obra foi tão aclamada (pela brilhante atuação das atrizes, acredito) que as páginas acabaram sendo esquecidas por ai né;
Mas estou curiosa, confesso que nunca leio o livro depois de já ter assistido o filme, mas esse até q deu vontade.

Olá Zé, sou leitor novo do seu site e queria saber se você tem um tutorial de como conseguir esse efeito meio lomo/meio analógico igual ao das fotos do post! Acho efeito incrível e gostaria de aprender!
Desde já agradeço e desculpe a invasão.

Para falar a verdade, no caso de “O Diabo Veste Prada” eu gostei mais do filme do que do livro. Não é algo que acontece muito, mas nesse caso aconteceu.

Confesso que teve promoção esses dias desse livro na Submarino e não comprei por só encontrar resenhas que falavam mal do livro, que era uma droga, etc, etc. Agora você me deixou novamente com vontade de comprá-lo.

Oii Zé, olha eu de novo..
estava dando uma olhada no seu vídeo aqui do lado>
E adorei esse projeto mesmo, queria participar mas e o medo de não cumprir?? =s
Quando tiver a certeza de que vou participar, lhe aviso aquii

Bjoos

Haha, ok! Mas não precisa dessa cobrança não, é um projeto bem relax. Cumpriu? Ótimo! Não cumpriu? Deixa pro mês que vem mesmo. Só não é legal ficar vários meses sem fazer, haha.

apos eu ter assistido o filme pela primeira vez gostei
e relata a verdade da vida pessoal de como se conviver com pessoas q tem mais porder
financeiro..;.
Franilson.

Deixe uma resposta