Que tipo de fotos você prefere? Diurnas ou noturnas? Já parou pra pensar em por que a maioria fica com as tiradas ao dia? As respostas podem ser das mais variadas, desde “Minha câmera é péssima pra isso” até “Não sei como editar as fotos depois”. E é esse segundo problema que a gente tenta resolver hoje.

1) A primeira e principal dica para editar fotografias noturnas é: não tente transformar uma foto tirada à noite em uma tirada numa fresca manhã ensolarada, traduzindo: assuma a escuridão, não tente incansavelmente clarear as fotos. Minha sugestão é até escurecer mais ainda, mas com certo cuidado. O ideal é que as partes escuras da imagem fiquem mais fortes e marcadas, mas as partes claras mantenham sua iluminação. A ferramenta Cor seletiva do Photoshop consegue resolver isso. Basta ir no menu Ajustes (lá em cima) > Cor seletiva > Altere de Vermelhos para Pretos > Aumente o Preto do Pretos. Para entender essa loucura toda, olha só o print:

O temido flash, dependendo do modelo da câmera, pode ser bem problemático: ou clareia demais ou clareia de menos. Nesses casos, antes de fazer o passo acima, mexa um pouco nas curvas (Ajustes > Curvas) ou Níveis (Ajustes > Níveis) para corrigir isso. Prints:

2) Como a noite é escura (tem como ser mais redundante, Zé?), a câmera exige que mais luz entre em seu mecanismo para formar a foto, o que significa configurar a abertura do diafragma para o mais aberto possível e diminuir a velocidade (o tempo que a câmera ficará aberta para a luz entrar) para 3, 4 ou mais segundos, o que não dá nada certo se o objetivo é fotografar a família louca lá, falando e se mexendo, por isso use essa configuração se tiver um bom tripé ou se o modelo for tipo, uma estátua de tão pouco que vai se mexer.

O modo noturno das câmeras, para compensar essa necessidade de fotos rápidas, aumenta a sensibilidade do equipamento à luz, são as configurações de ISO. Quanto maior o ISO, maior o risco de o resultado ficar cheio de pixels mal formados, o famoso ruído. Na hora da edição, duplique sua foto, aplique um redutor de ruído (podem ser plugins ou o filtro do Photoshop que fica em Filtro > Ruído > Reduzir ruído) e apague as áreas que não precisam do efeito, por exemplo, rostos, roupas, etc.

6310301345_86fef1a301_z

3)  Eu sou um fã de fotos em preto e branco. O efeito é sofisticado, simples e melhora qualquer foto, as noturnas então! O maior problema desse tipo de fotografia é retratar bem as cores como elas são, então o black and white é a melhor jogada pra isso: use bastante contraste, tente deixar tudo que é preto bem preto e tudo que é branco bem branco, os defeitinhos e até todo aquele ruído vão sumir, escuta o que eu tô te falando. Pra saber mais sobre preto e branco, ó só esse post.

4) Se você pegar uma câmera analógica dessas que sua família tinha ou uma toy câmera e fotografar o céu estrelado por exemplo, a cor nas áreas onde deveriam ser escuras pode sair de vermelha à verde, menos preta (é claro que nas mais profissionais e com devidos controles manuais a história é outra). Isso acontece por uma série de fatores, inclusive o ISO que a gente viu ali em cima. Onde eu quero chegar explicando isso? Os efeitos retro só existem porque tentam justamente copiar o que as revelações bem ou mal feitas faziam há anos atrás, e colorir a escuridão numa foto noturna pode ser uma boa, exemplos:

Hospedei uma série de actions (inclusive das dicas anteriores) que vão te ajudar a editar suas fotos cheias de flash e penumbra, faça o download aqui. Não sabe usar actions?

Compartilhei tudo que eu sei sobre o assunto com vocês, depois me contem se rolou tudo nos conformes. Três fotos noturnas minhas (poucas porque ainda não “desempacotei” meus arquivos do outro computador):

P.S.: O post hoje foi todo voltado à edição no Photoshop, se você usa outro programa não se preocupe porque entre as novidades do blog estão as vídeo tutoriais, vou poder explicar esse tipo de coisa muito melhor. E se você não entende nada de abertura, velocidade e ISO, o blog está chegando com mais uma série essa semana, dessa vez sobre os elementos primordiais da fotografia, quem vai ler hein?

Comentários

Poxa, amei o blog e me surpreendi ao ler no seu perfil que tu mora aqui em Juiz de Fora, surpresa boa. Legal ter alguém fazendo um trabalho bonito desses aqui em JF.

Nossa ta vendo minhas fotos a maioria são a luz do dia,e as q ja fiz a noite sempre ficam pessimas kkkk Vou seguir essas dicas! :)

Essas actions mostradas nas imagens do post (azul, vermelho etc.) não estão na pasta para download. Tinha gostado tanto delas DD:

kkkkk Poxa, já ia tirar onda falando que minha cidade estava dominando a Blogosfera. Acho que você estudou com um amigo meu, Tiago Gandra, não tenho certeza… Cidade pequena, todo mundo se conhece.

Eu só tirava minhas fotos ou à luz do dia ou com minha luminária à noite…pq se ñ ficavam terríveis minhas fotos.Mas agora vou tentar ver se faço mais fotos noturnas!

Não sou muito boa em edição de fotos, ficam razoáveis, mas quando são fotos durante a noite… ficam horríveis! Mas agora sei como fazer, e adorei ! *–*

Não me dou nada bem com photoshop, obrigada zé, vejo a luz! haha. Minhas fotos de noite ficam horríveis, mal tiro por conta disso ):

NOSSA gosteei basntante até tenho mais ainda não seei mexer no photoshop
mais pretendo aprender o mais rapido possivel u.u
parabéns pra ti *–*

Zé teu blog é maneiro.
Muita coisa boa mesmo.
Ultimamente tenho editado foto demais, daí passei a procurar actions pra agilizar algumas coisinhas.
Essas pra fotos noturnas são as que faltam pra mim. mas uma coisa, não consegui baixar nada que seja do 4shared.
Poderia Reupar os links?
ou mandar por email, o que vc tiver de actions….
por favor

Nossa adorei o post,era oque eu estava procurando,achava um monstro de sete cabeças e até tentava evitar fotografias noturnas,mesmo gostando desse tipo de fotografia,bom muito obrigado ! :D

Oi, Zé!
Primeiramente parabéns pelo blog, muito completo :3
Tenho uma Hx-300, algumas pessoas me explicaram meio por cima como usar algumas funções, mas queria saber o porque e como funciona.. E achei tudo aqui! Obrigada!
Meus posts preferidos foram esse e o “Como congelar a imagem”.. Aliás, eu estava dando uma olhadinha no seu Insta, e tenho uma foto parecida com a sua da pinha, só que com outro angulo e efeito <3
Mas é isso ai, continue assim.
Beijão!

Adorei. Linguagem fácil, que dá para entender. para quem está começando, como eu, isso é muito importante. Obrigada.

Agregou heim amigo! Eu na briga com o ruído e nem sabia que o photoshop tinha ferramenta pra isso. Amanhã no pós balada balada vamos testar então seus macetes.

Deixe uma resposta