Tag: vida - Melhor Ângulo
18 de
setembro

Tava revirando fotos de 2009, 2010 e 2013 mais cedo. Bateu um sentimento nostálgico e ao mesmo tempo assustador: quanta coisa mudou pra mim em míseros 3 ou 5 anos. Fui além, pensei no início de 2016 e fiquei mais assustado ainda: apesar de aparentemente a mesma, minha vida virou de cabeça pra baixo em poucos meses. Eu mudei pra caramba, vocês aí também. Não sou mais o mesmo de 2010, nem de 2013, nem de 2015. E que clichê da minha parte. Os objetivos são outros, as perspectivas de vida também, o senso realista anda mais apurado. Depois de vários percalços e arapucas da vida, também pudera.

Os últimos meses têm sido corridos, estressantes, até tristes, e acho que isso justifica minha ausência. Meu único objetivo pra 2016 era melhorar minha organização, e apesar dos trancos e barrancos, vou conseguindo aos poucos. Hoje eu resolvi passar aqui e compartilhar um pouquinho do que anda passando pela minha cabeça e para onde o blog caminha.

Como todo o resto, a blogosfera não é mais a mesma, acho que todo mundo percebeu isso. Os blogs saturaram, muita gente passou a se dedicar a vídeos ou simplesmente pararam de blogar. O boom passou, ficaram só os que realmente amam isso aqui. Agora eu me vejo acompanhando blogs menores, feitos com mais amor e menos obrigação; blogs sobre hobbies, receitas, desenhos, textos, cotidiano. Esse contexto mais minha bagagem dos últimos 3 anos me distanciou do que o blog se tornou, e o resultado é: não me sinto mais tão bem representado. Acima de tudo esse é meu espaço na internet, mais do que qualquer conta em rede social, então como esse espaço pode não me representar?

Os cinco anos com o Melhor Ângulo foram muito importantes pra minha trajetória, mas acho que é hora de tomar outros rumos.

adidas-originals-superstar-branco

Estou começando um novo projeto, que vai aproveitar parte do conteúdo publicado aqui, mas com uma cara nova e mais apropriada para a pessoa que eu sou hoje. Pode ser o fim do blog como vocês conhecem, com o nome que vocês conhecem, mas não é fim de fato, pelo contrário, devo aparecer mais vezes nas próximas semanas. Preparando o terreno, me preparando, até que tudo esteja pronto.

De qualquer forma, quero agradecer muito a todos vocês que ainda visitam, mesmo com meus sumiços. Aos que não entram mais, mas que contribuíram. Aos que comentam, compartilham, e aos que só lêem e absorvem o conteúdo. Aos que acompanharam toda a evolução do blog e a minha como pessoa. Muito obrigado mesmo, vocês são lindxs.

Até a próxima “era”.

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Lorena Arance

Um dia desses eu twittei Quero ser como essa gente de filme que deixa uma mesa gigante de café da manhã de lado, pega uma maçã e sair comendo pro trabalho.”

Pois é, eu sempre admirei esse tipo de pessoa que leva, ou pelo menos aparenta levar uma vida casual e despreocupada (no bom sentido) em todas as áreas da vida, até mesmo em relação a alimentação: come quando tem fome, faz seus próprios lanches (e eles ficam ótimos), coloca determinada camisa porque ela é confortável e pode deitar no sofá ao som da chuva porque já se organizou e não vai ter problemas em terminar aquele trabalho.

Lorena Arance é uma amante da vida e da fotografia que me inspira desde quando eu conheci seu Flickr e seu trabalho. Ela nasceu em Palma de Maiorca, Espanha e hoje é uma mulher de 30 anos, formada em Imagem e Som e que se aventura em registrar o dia-a-dia com sua câmera analógica para depois compartilhar no blog pessoal.

Lorena Arance

Lorena Arance

Só pra você ter uma ideia, leia a opinião dela sobre fotografia e sobre como ela conversa com essa prática todos os dias:

“Você pode escolher o lugar que você quiser. Você ficaria surpreso com a beleza encontrada em um campo abandonado no meio da estrada ou no terraço de sua casa. Não importa. Basta colocar a sua espontaneidade, ser você mesmo. Seja você tímido, triste ou feliz . A beleza só pode ser encontrada na imperfeição.

Não importa o tempo. Eu não sou esse tipo de fotógrafo que coloca um ponto final a uma sessão. As regras limitam, apertam, tensionam. Eu quero conversar, você pode colocar uma música ou acender o incenso que você gosta. Relaxe. Passe um dia diferente…”

É como a Christine disse na página de perfil da Lorena no Flickr: ela faz com que o dia-a-dia pareça Monet, as fotografias são simples, mas de tirar o fôlego, poesia para os olhos e para a alma.

Dentre os temas cotidianos de suas fotos, o que eu mais gosto com certeza é o que trata de comida: os cafés da manhã, lanches, o tempo passado na cozinha… Olha as que eu separei:

Lorena Arance

Lorena Arance

Lorena Arance

Ficar olhando dá até um ânimo pra esse início de semana, né? O que acharam?

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+