Tag: nova york - Melhor Ângulo

Conheci o canal Dulce Delight há muito tempo, por acaso, procurando alguma receita no YouTube. Lembro que vi um vídeo em inglês e fiquei me perguntando “de onde é o sotaque dessa moça?”. Não é que ela era brasileira? Tô falando da Raíza Costa, a videomaker, diretora de arte, youtuber, apresentadora e confeiteira de mão cheia dona do programa Rainha da Cocada (no GNT) e desse canal maravilhoso no YouTube que me fez nunca perder mais nenhum vídeo.

Além das receitas incríveis — a maioria inspiradas na confeitaria francesa —, a Raíza te prende com uma personalidade positiva, divertida, empoderada e cheia de empolgação, com as simplicidades da vida e o quanto a comida pode nos oferecer em termos de prazer. Ela se importa muito com o que come, procurando sempre produtos de qualidade, de origem orgânica e de preferência num contato direto com o produtor. E não para por aí: os vídeos são sempre recheados de informação técnica e química sobre os ingredientes, por que eles reagem de determinada forma quando misturados, etc. Quase uma aula! Fora a direção de arte e edição, ambas impecáveis. Olha só o trailer do canal:

Toda essa produção criativa e praticamente mágica acontece na cozinha do apartamento da própria em Nova York, no Brooklyn, bairro que ela ama de paixão. A decoração não poderia ser mais ela: colorida, alegre, com inspiração nos anos 50/60 mas arrematada com modernidade, fofa e lúdica mas balanceada com instrumentos pendurados na parede e ilustrações do marido, o diretor de animação Vinicius Costa. Enquanto essa inspiração era mais branquinha, a Raíza não economiza nas cores, e a gente também ama. As fotos são de Lufe Gomes, do Life by Lufe.

Os puxadores? Trocados por ela. A bancada de madeira? Revestimento em cima de uma placa de granito preto que ela odiava, da decoração original do apartamento.

O cachorrinho Lancellotti ao lado do letreiro com a palavra eat (comer!), iluminado no maior estilo novaiorquino.

O pendurador, gente, olha isso. Aliás, as vaquinhas estão presentes em toda a decoração. Muito respeitadas pelo leite que produzem e que Raíza faz questão de comprar dos produtores que melhor as tratam.

As ilustrações com uma pegada surrealista do marido ao lado de uma guitarra e um relógio das antigas.

Pingentes de frutas? É claro que ela tem!

Pra completar, manja só a vista desse apartamento. Quem acompanha os vídeos sabe que Raíza Costa é apaixonada pelo Brooklyn e por Manhattan, não me surpreende que uma boa vista estava entre as primeiras prioridades para o cantinho onde iria morar. Só amor, né? Vontade de visitar, fazer uma receitinha com direito a banho de chocolate e sair conhecendo os lugares secretos de Nova York.

O que achou dessa decoração super pra cima? Já conhecia o trabalho da Raíza? Conta pra mim aqui nos comentários!

Raíza Costa · Canal Dulce Delight · Rainha da Cocada · Site · Instagram
Lufe Gomes · Canal Life by Lufe · Site · Instagram

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

paris-versus-new-york-ze-zorzan-2

Vahram Muratyan vive sua vida alternando entre duas cidades: Paris e Nova York. Observador e apaixonado pelas características que constroem o perfil de cada uma — os detalhes, os clichês e contradições —, Vahram resolveu confrontá-las através de ilustrações minimalistas e charmosas.

Dessa ideia surgiu um blog, que não demorou muito a fazer sucesso na internet e transformar a brincadeira em livro, recheado com mais de 100 comparações, todas amigáveis, é claro. As ilustrações eu já conhecia desde 2012, quando elas estouraram, mas foi só há alguns meses que ganhei o livro de uma amiga e pude ver todo esse trabalho em mãos. É uma boa dica de presente pra quem é apaixonado por Paris, Nova York ou (por que não?) ambas!

paris-vs-new-york-3

paris-vs-new-york-8

paris-vs-new-york-1

paris-vs-new-york-6

paris-vs-new-york-7

paris-vs-new-york-4

paris-vs-new-york-5

paris-vs-new-york-2

O livro foi publicado no Brasil com essa capa salmão, mas ele já foi produzido também numa capa branca, amarela, azul, uma versão maior com capa dura e jacket e ainda um box com as comparações em forma de cartõezinhos, fofura demais.

paris-versus-new-york-ze-zorzan

Paris versus New York · Saraiva · Livraria Cultura · Amazon
Vahram Muratyan · Site · Instagram
Post originalmente publicado no dia 24/11/2012 e revisado para se adequar aos novos padrões editoriais do blog.

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

September 10, 1955

Hoje resolvi falar de uma mulher que nunca se considerou, nem nunca teve pretensão de ser uma fotógrafa, mas que atualmente tem seu trabalho comparado ao de grandes nomes da fotografia como Henri Cartier-Bresson.

Vivian Maier nasceu em 1926, Nova York, e passou a infância e adolescência na França. Por volta dos 25 anos, voltou para os Estados Unidos começando a trabalhar em uma fábrica que explorava seus empregados sem recompensá-los à altura. Cansada do trabalho injusto, Vivian, sempre apegada com crianças, decidiu se tornar uma babá, ocupação que preencheu mais de 40 anos de sua vida.

O curioso nessa história toda é que Vivian nutria uma grande paixão por fotografia, andava sempre com sua Rolleiflex na bolsa e fotografava tanto ela mesma quanto pessoas nas ruas, situações engraçadas, dramáticas, românticas, alegres e tristes. Mas não compartilhava com ninguém, nem amigos, nem patrões. No máximo, mostrava algumas fotos para as crianças que cuidava, já que estavam sempre curiosas para ver como tinham se saído como modelos.

No date, Canada

April 7, 1960, Florida

May 5, 1955, New York, NY

Mas eis que em 2007, John Maloof, pesquisando fotos antigas de um bairro para ilustrar o livro que estava co-escrevendo, soube de um evento que leiloaria uma caixa com mais de 1000 negativos e alguns filmes sequer revelados. John ganhou o leilão, mas olhando algumas das imagens, viu que não havia encontrado o que precisava; guardou o material no armário.

O livro foi lançado, se passaram meses e só aí John resolveu olhar mais a fundo aquilo tudo. Descobriu fotografias incríveis e de técnica e bom gosto surpreendentes para uma caixa que havia sido leiloada sem muitos interessados. Vivian era totalmente desconhecida, e infelizmente, só se teve notícia dela em seu falecimento em 2009, Chicago.

Com apenas algumas fotos e a história contada em um fórum na internet, John recebeu grande atenção da mídia e Vivian Maier finalmente teve o reconhecimento que merecia, mas que talvez nem quisesse. Nunca saberemos qual é a opinião dela sobre isso, mas que o mundo da fotografia ganhou mais um grande exemplo para se inspirar, ah, isso eu afirmo que ganhou.

Veja a matéria do Chicago Tonight Show e também o documentário Vivian Maier, Photographer:

Conheci a Vivian em 2011, em uma das aulas de História da Fotografia na faculdade, e desde então, ela é uma das minhas grandes inspirações. Selecionei mais de 30 fotos de seu portfólio e não consegui excluir nenhuma para diminuir a quantidade. Vale a pena ver todas. :)

Untitled, Undated

Christmas Eve of 1953, 78th St & 3rd Ave. New York, NY

End of April, 1953, New York, NY

May 28, 1954, New York, NY

Untitled, 1954

1954, New York, NY

Continue Lendo

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

A pauta de hoje eu descobri na timeline do Facebook, se não me engano em um post da Paula. E tô pra te contar, esse é um daqueles projetos que zeram a internet, sério mesmo.

Mike Matas é um designer americano que já trabalhou na Apple como designer de interface e experiência de usuário e hoje está no Facebook, como designer de produto. Nas horas vagas ele pega sua Canon EOS 5D Mark II (bem básica, sabe?) e fotografa como hobby, mas engana fácil como profissional.

Seu tema favorito é a rotina, e de longe a gente percebe. No site oficial você vê todos os projetos relacionados que ele já executou, incluindo o último, chamado Roadtrip USA. Mike e sua namorada simplesmente pegaram o carro e viajaram de São Francisto a Nova York, o que significa atravessar os Estados Unidos! Não é à toa que foram duas semanas para completar o trajeto. Mas o mais legal de tudo é que eles registraram todos os detalhes da viagem, e o resultado foram 5000 fotos, reunidas em um vídeo de apenas 3 minutos.

Pena que ele não disponibilizou todas pra gente ver com calma. No site e no Facebook dá pra checar apenas as favoritas e selecionadas especialmente para passear pela internet.

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+