Tag: fotógrafo - Melhor Ângulo

Feminismo: movimento político, filosófico e social que defende a igualdade de direitos entre mulheres e homens. Simples, né? Não sei como muita gente ainda não entende.

O assunto que anda tão em pauta nos últimos meses me deixou com o olhar mais apurado até quando se trata de fotografia. Passei a observar as mulheres com mais atenção, e admiro muito fotógrafos e fotógrafas que se dedicam inteiramente a traduzir as personalidades femininas em seus trabalhos.

O fotógrafo russo Marat Safin é um exemplo. Ele une a força da natureza à delicadeza da mulher (e o contrário!) ou deixa que elas escolham seu ambiente natural, que pode ser um quarto, um canto perto da janela que deixa mais luz entrar em casa ou no alto de uma montanha, onde o silêncio e a solidão permanecem (não que sejam necessariamente coisas ruins nesse caso). O Flickr tem muito mais fotos como essas abaixo, vale seguir ele por lá. ;)

Marat Safin

Marat Safin

Marat Safin

Marat Safin

Marat Safin

Marat Safin

Marat Safin

Marat Safin

Marat Safin

Marat Safin

Marat Safin

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Greetings from Mars de Julien Mauve

Movido por seu constante questionamento sobre como seria descobrir um mundo completamente diferente, sem vida e cheio de paisagens intocadas, o fotógrafo Julien Mauve se dedicou à ideia de imaginar a chegada do homem a Marte e como seria fotografar essa experiência pela primeira vez. Além disso, o artista ainda faz um gancho sobre comportamento e essa cultura atual de se fotografar em contato com o mundo, ou sendo mais direto: a disseminação das famosas selfies. De propósito, Julien dirigiu os modelos para fazerem poses estereotipadas de turistas, e é engraçado fazer uma ligação sobre a maneira como agimos em frente uma câmera, como tentamos nos incluir nos cenários, afirmar nossa presença ali para todo mundo ver. Bom, em outro planeta qualquer um gostaria de se exibir um pouquinho, né? Para ver todas as fotos, é só clicar aqui.

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

01

Depois de mais de um ano sumido, estou dando uma passada por aqui fazendo as vezes de repórter. Dentre as muitas novidades, agora o Melhor Ângulo trará entrevistas com personalidades das mais variadas áreas, com uma atenção maior para a fotografia, deixando o blog ainda mais informativo – mas sempre de uma forma bem leve, já que essa é a nossa marca registrada.

Para começar, conversei com o incrível Sabino Aguad que, para quem curte fotografia, deve conhecê-lo pelo Flickr, Tumblr ou do Recordis Photography, site em que ele faz curadoria e seleciona os trabalhos que mais gosta. O chileno de vinte e quatro anos fotografa o que todo profissional dessa área mais curte: as pessoas. E sabia que ele já foi parar até no New York Fashion Week? Ele dividiu essa e muitas outras experiências com a gente.

02 1

02 2

02 3

02 4

Melhor Ângulo: Como e quando você se descobriu como fotógrafo?

Sabino Aguad: Tiro fotos há anos, mas ainda não tenho certeza se sou um fotógrafo! Eu só amo tirar fotos.

MA: O turismo no Chile tem crescido gradualmente nos últimos anos, graças à cultura do país e os belos pontos turísticos de arquitetura Inca. Como o Chile influencia seu trabalho? Há algum outro país que você admire e se inspire através de suas fotos?

SA: Sim! O Chile é um lindo país para se fotografar. Somos muito sortudos por ter essas paisagens incríveis. Mais do que ser influenciado pelo Chile ou outros países, me inspiro em outros fotógrafos e cineastas que sabem como tirar proveito de paisagens naturais como essas. Estou sempre de olho em livros de fotografia e filmes para me inspirar.

MA: Seu site, Recordis Photography, evidencia o trabalho de diferentes fotógrafos ao redor do mundo. Como funciona o processo de escolha dessas fotos?

SA: Nada em particular! Apenas falo sobre fotógrafos que curto.

MA: Você fotografa o cotidiano, passeios e autorretratos, que chamaram a nossa atenção de uma forma muito especial. Qual desses você mais gosta de clicar?

SA: Ultimamente tenho curtido autorretratos. Não sei o porquê, apenas os faço.

MA: Os seus autorretratos sempre mostram apenas metade do rosto. Por quê?

SA: Acredito que a beleza da fotografia está em ver coisas que não conseguimos observar na vida real. É por isso que temos a regra dos terços, cortamos rostos pela metade, abrimos mais o diafragma, borramos as coisas e etc.

03 1

03 2

03 3

MA: Você esteve no New York Fashion Week por duas vezes. O que você pode dividir conosco sobre a experiência de fotografar um evento tão incrível e grande como esse?

SA: Nas duas vezes que estive no NYFW foram experiências incríveis. Mais do que o glamour e tirar fotos, aproveitei para conhecer novas pessoas. Todos são talentosos, fazem algo interessante e tem muitas histórias para contar. É muito divertido.

MA: Música, literatura, pessoas… O que mais te motiva a fotografar?

SA: Todas as vezes que fotografo, tenho uma motivação diferente. Às vezes só quero ver como uma pessoa ficaria em uma fotografia, em outros momentos fotografo o que gostaria de me lembrar, etc. E o que mais gosto de relembrar, é claro, são as pessoas.

04 1

04 2

04 3

04 4

MA: Quem são suas maiores influências no universo da fotografia?

SA: Filmes, seriados e fotos. Tento assistir o máximo de filmes e séries possíveis e ver centenas de fotos por dia.

MA: Qual foto, clicada por você, tem um significado especial? E por quê?

SA: Me desculpe, mas não faço ideia de qual foto escolher!

MA: Se possível, deixe uma mensagem para nossos visitantes que, assim como você, amam fotografar!

SA: Eu recomendaria quatro coisas àqueles que gostam de fotografar: aprenda o máximo de técnicas que você conseguir, tente fotografar coisas que não conseguimos ver, tire e veja muitas fotografias. E também, não passe muito tempo na internet. Saia e vá tirar algumas fotos!

05 1

05 2

05 3

Para quem quiser acompanhar o trabalho do Sabino, siga-o no site oficial, Flickr, Twitter e Facebook . E se você tem um artista que queira muito ver aqui, envie sua sugestão para contato@melhorangulo.com ou comente aqui no post. ;)

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Dan Mountford é um jovem fotógrafo inglês, estudante de design gráfico e criador de uma incrível série intitulada “O mundo dentro de nós”. Todas as suas imagens são simples, criativas e interessantes, buscando aquilo que a realidade da vida cotidiana não nos mostra e a execução do pensamento e da composição.

O fotógrafo explora o uso da dupla exposição. Basicamente, essa técnica permite  que você tenha uma imagem sobreposta a outra (já rolou post por aqui), que neste caso trouxe um resultado magnífico!

Não se sabe ao certo se ele trabalha apenas com editores de imagem, mas não importa, as fotografias já transmitem sua beleza de um jeito ou de outro. Gostaram? Já conheciam o processo de dupla exposição? Encontre mais do trabalho do Dan no Flickr.

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+