Tag: fotografia analógica - Melhor Ângulo

A última vez que usei minha Zenit 122 foi no final de 2012, cê tem noção disso? Vão fazer 5 anos e eu estou muito chocado com essa informação. Como previ no post da época, o motor da câmera já estava dando os primeiros sinais de falência e não deu outra: ela ficou parada todo esse tempo porque parou de vez. Alguma coisa estava presa (ou bamba) nas engrenagens e isso fazia com que eu não conseguisse passar para o próximo frame do filme, fotografando tudo pela metade. Daí que eu não tive muita saída, já que não conheço nem consegui achar alguém que consertasse aqui na região de Cataguases e Juiz de Fora. Resultado? Câmera na gaveta.

Até que num belo dia de céu azul eu decidi tomar uma atitude. Pesquisei nas profundezas da internet por vídeos, postagens de blog, conserto de outras câmeras, tudo pra ver se alguma coisa, qualquer coisa me dava uma esperança. Acabei abrindo a câmera e forçando uma pecinha que tem embaixo da manivela de rodar o filme e era isso, minha Zenit 122 voltou a funcionar que é uma beleza e eu fiquei me culpando por não ter feito isso antes.

Fotos analógicas Zenit 122

Fotos analógicas Zenit 122

Entre o mês de outubro de 2016 e março de 2017 fotografei situações do cotidiano, como sempre gostei de fazer com fotografia analógica. Usei o filme Ultramax ISO 400 da Kodak pra dar uma variada em relação ao clássico ColorPlus 200. A câmera ainda tem algum probleminha que cria pontos de luz no mesmo lugar em todas as fotos, provavelmente mofo na câmera. Tirei na edição, mas tenho que ver isso direito. Por enquanto vocês ficam com as minhas favoritas desse rolo. ;)

Fotos analógicas Zenit 122

Rolê pra ver e comprar plantinhas? Teve sim.

Fotos analógicas Zenit 122

Andando pela UFV quando fui dar uma palestra no ano passado.

Fotos analógicas Zenit 122

Fotos analógicas Zenit 122

Sabe a vontade que dá de fotografar alguém ou alguma situação bonita e bate uma vergonha de pedir? Pois eu fui em frente e abandonei esse medo. O casal deitado, o cachorrinho e os amigos aqui embaixo são resultados disso.

Fotos analógicas Zenit 122

Fotos analógicas Zenit 122

Fotos analógicas Zenit 122

Fotos analógicas Zenit 122

Fotos analógicas Zenit 122

Fotos analógicas Zenit 122

O engraçado dessa última é que esse lugar não emite nenhuma luz azul nem rosa, foi tudo resultado da revelação (e eu dei uma intensificada, não vou mentir). Nada como a surpresa de saber como saíram as fotos de um filme. ?

Você aí sentia falta desse tipo de post aqui no blog? Comenta aqui embaixo o que achou das fotos! ;)

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

A fotógrafa Mariam Sitchinava criou em 2013 um projeto experimental chamado Illusory, onde basicamente compartilhou rolos de filme com fotógrafos de cada canto do mundo sem contar exatamente o que havia fotografado. Os quatro convidados foram respectivamente Annette PehrssonGeneviève BjargardottirHana Haley e Lukasz Wierzbowski.

Com os registros sobrepostos, os resultados foram duplas exposições inesperadas e lindas como essas:

illusory-annete-1

illusory-annete-4

illusory-annete-5

illusory-annete-2

illusory-lukasz-1

illusory-annete-3

illusory-annete-7

illusory-lukasz-2

illusory-annete-6

Mariam Sitchinava · Site · Instagram · Tumblr · Flickr

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Polaroids Taylor Swift 1989

Falar de música nunca foi meu foco aqui no blog, mas eu gosto sim de apontar outros detalhes que vêm com as produções musicais dos artistas, detalhes esses que têm mais a ver com esse meu cantinho, relacionados principalmente à fotografia, design, e até mesmo à produção audiovisual dos clipes.

Daí que Taylor Swift lançou no último dia 27 de outubro o seu quinto álbum, 1989, com toda uma estética retrô, analógica e com apelo nostálgico, resultado da utilização de polaroids no encarte e em todo o material promocional. Taylor já tinha um pulo nesse quê de antiguinho desde o Red, mas dessa vez ela mergulhou de cabeça, mais uma vez trabalhando com a fotógrafa Sarah Barlow, que tem um olhar muito bom quando é essa a proposta.

Polaroids Taylor Swift 1989

Polaroids Taylor Swift 1989

Polaroids Taylor Swift 1989

Polaroids Taylor Swift 1989

Polaroids Taylor Swift 1989

O curioso é que os filmes (aparentemente bem variados, usando câmeras da série SX-70 e 600) foram provavelmente comprados do Impossible Project, já que a Polaroid mesmo descontinuou sua produção em 2008. As fotos também precisaram ser cortadas para o formato 1×1 (quadrado), afinal os papéis originais variam de tamanho mas se mantém numa escala aproximada de 3×4.

A própria cantora afirmou que é apaixonada pelas Polaroids e pelo registro de momento que fotografia instantânea (tem post sobre!) em geral proporciona, e que isso comunica muito com sua música, que também traduz sua rotina, as coisas que vão acontecendo no decorrer do tempo, os relacionamentos, etc. Bacana, né?

Polaroids Taylor Swift 1989

Polaroids Taylor Swift 1989

Polaroids Taylor Swift 1989

Polaroids Taylor Swift 1989

Polaroids Taylor Swift 1989

Polaroids Taylor Swift 1989

Polaroids Taylor Swift 1989

Polaroids Taylor Swift 1989

Para ver todas as polaroids (são muitas mesmo!) é só vir aqui.

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Desde o início do ano passado eu já tinha passado o olho no calendário e reparado que uma data como 12/12/12 não se repetiria tão cedo – só no próximo milênio – e por isso não deveria passar batida. Foi aí que por coincidência ou não, recebi em julho uma mensagem da Babi me convidando para participar do Projeto 121212, com mais 11 pessoas lindas e super talentosas também ligadas à fotografia. Fiquei muito empolgado e aceitei de cara!

A proposta é simples: 12 pessoas, fotografando no dia 12 de dezembro de 2012, e selecionando 12 fotos para representar o dia. Você precisam passar no álbum de cada um, tem cada foto linda que nem sei!

Visite o Cargo do projeto! :)

Nas minhas, usei a Zenit 122 (novidade) com um Fujifilm Superia X-tra 400, mas também fotografei com a DSLR para garantir. Como eu contei nesse post, o motor da câmera está começando a dar um probleminha que me faz perder muitas exposições, e isso me deixou com medo. Mas deu tudo certo! Organizei as fotos em ordem cronológica, no decorrer do dia:

12 Brazilian photographers. 12 photos each. All taken on 12/12/12.
No themes, no rules. Just one day, through the lens of each photographer.

Fiquei muito orgulhoso de ter participado e fico ansioso só de pensar em um novo projeto com essa turma talentosíssima. Espero que gostem! Espalhem pela internet!

 

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+