Tag: cores - Melhor Ângulo

Impressionado com a vibe impressionista (não resisti ao trocadilho, haha) do trabalho da artista nova-iorquina Iris Scott. O mais inusitado é que as “pinceladas” não são feitas com pincel, mas com seus próprios dedos, usando apenas luvas de latex. Segundo ela, graças à essa técnica ela consegue sentir mais facilmente todos os tons que ela cria e manipula, seguindo seu instinto.

iris-scott-2

iris-scott-3

iris-scott-4

iris-scott-5

Essa daria uma bela capa de álbum, né?

iris-scott-6

iris-scott-7

iris-scott-8

Existe uma série incrível de telas só de cachorros espirrando água.

iris-scott-9

iris-scott-11

iris-scott-12

Iris Scott · Site · Instagram

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Uma curiosidade sobre mim como designer: eu adoro ícones, chego a ter um painel no Pinterest só pra eles. Especificamente, eu gosto muito de ícones baseados em linhas, vazados.

Daí que o premiado designer inglês James Oconnell resolveu criar ilustrações cheias de cor e padronagens (poás e pontilhados) utilizando justamente essa estética linear dos ícones que eu adoro. O resultado é uma mistura do traço livre dos desenhos com as proporções mais bem calculadas do design e os personagens da cultura pop. Ou seja, pauta perfeita pro blog. ;)

James Cconnell Colour and Lines

James Cconnell Colour and Lines

James Cconnell Colour and Lines

James Cconnell Colour and Lines

James Cconnell Colour and Lines

James Cconnell Colour and Lines

James Cconnell Colour and Lines

James Cconnell Colour and Lines

James Cconnell Colour and Lines

James Cconnell Colour and Lines

James Cconnell Colour and Lines

James Cconnell Colour and Lines

James Cconnell Colour and Lines

James Cconnell Colour and Lines

Quem conhece meu trabalho mais de perto sabe que eu sou o louco dos detalhes quando crio meus sites e blogs, então imagina se eu não fiquei um tempão observando cada xizinho, bolinha e tom de amarelo nessas imagens? Ah, mas fiquei sim.

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Hoje eu começo aqui no blog uma nova tag, a #ObcecadoPor. Eu estou sempre mergulhado em alguma obsessão e tenho a capacidade de ficar horas e horas pesquisando sobre ela. Vejam, esses posts serão diferentes dos posts de inspiração que vocês já estão acostumados, ou até os moodboards que eu monto de vez em quando. A diferença aqui é que o assunto escolhido será sempre algo que tem me chamado atenção pessoalmente e naquele momento, sem temas escolhidos aleatoriamente. E pode ser sobre qualquer coisa, qualquer coisa mesmo: uma tendência de design, um técnica fotográfica, uma série, um diretor, uma banda, um estilo musical, uma trend de moda, uma cor… ou duas cores.

Pra começar essa brincadeira eu gostaria de dizer que estou obcecado por preto e branco, amigos. Com uma leve inclinação para o preto, eu diria. Eu sou e sempre fui apaixonado por cores, raramente imagino qualquer coisa em preto e branco, mas ultimamente a saturação tem dado uma maneirada no meu gosto. Roupas, sapatos, objetos de decoração, até o efeito escolhido no VSCO Cam na hora de editar uma foto pro Instagram tem tido influência do preto e branco. Eu não falo necessariamente do P&B fotográfico, mas dessas cores aplicadas no dia-a-dia, sabe? E o engraçado é que se você começa a aplicar o preto e o branco nas coisas, as duas geralmente pedem que todo o resto seja menos colorido, então tudo começa a ficar mais sóbrio por si só.

Fiz uma seleção de referências pra esse post, e decidi que pra fazer as montagens dessa tag vou fazer questão de procurar em cada uma das minhas redes sociais por likes, reblogs e repins associados ao tema, afinal é pra ser tudo real, certo? Preto no branco (não resisti)! As imagens de hoje vieram do Instagram, Lookbook, Pinterest e Tumblr. No fim do post tem um link pra cada uma delas, caso vocês queiram jogar nas redes de vocês também! ;)

Preto e branco

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16. 17.

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Essa semana eu me dei de cara com um post no Tumblr cheio de fotos maravilhosas, repletas de brilho, cores, e com um controle de luz incrível. Descobri que eram de Elizaveta Porodina (ou Alice Litwin, como é conhecida no deviantART), fotógrafa de moda residente em Munique e que já trabalhou para revistas como Vogue Ucrânia, Vision, Quality e Gala.

Segundo ela, um fotógrafo assim como qualquer artista, deve ter uma marca, algo que faça com que as pessoas imediatamente reconheçam seu trabalho, e eu concordo plenamente! No caso de Elizaveta, o jogo de luzes, cores, maquiagem, contraste e até um pouco de surrealismo criam essa identidade bem marcante. No portfólio dela você encontra inúmeras sessões, mas vou deixar aqui um apanhado com meus cliques favoritos:

Elizaveta Porodina

Elizaveta Porodina

Elizaveta Porodina

Elizaveta Porodina

Elizaveta Porodina

Elizaveta Porodina

Elizaveta Porodina

Elizaveta Porodina

Elizaveta Porodina

Elizaveta Porodina

Elizaveta Porodina

Elizaveta Porodina

Elizaveta Porodina

Elizaveta Porodina

Maravilhosas, né? Para saber mais, vale ler essa entrevista que ela deu ao Paperboats. ;)

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+