Tag: comprar câmera - Melhor Ângulo

Nikon vs. Canon

“Qual marca é melhor? Nikon ou Canon?” Tenho certeza que você já fez essa pergunta a si mesmo ou a uma pessoa que entendesse mais do assunto, tô certo? Se engana quem pensa que a resposta é simples. Na verdade ela é mais uma incógnita, um dos maiores dilemas do mundo da fotografia, e ninguém sabe responder ao certo, afinal ambas são ótimas marcas, fato incontestável.

Pra você ter uma ideia, a concorrência Nikon vs. Canon na fabricação de câmeras DSLRs se tornou tão acirrada com o passar dos anos que hoje as duas chegaram ao ponto de serem praticamente equivalentes. É claro que o lançamento de um novo modelo ou as ações feitas em determinado ano podem deixar a Canon na frente, do mesmo jeito que podem fazer a Nikon disparar, mas no fim das contas, acredite, elas acabam voltam para o ponto de partida, sem muitas diferenças. Fala sério, você consegue diferenciar no olho uma foto feita com uma Canon e outra com uma Nikon?

Então como decidir qual marca escolher na hora de comprar uma câmera profissional de entrada ou mais avançada? A decisão depende única e exclusivamente de v-o-c-ê.

Primeiro, saiba ou relembre um dos princípios mais importantes da fotografia: quem fotografa é o fotógrafo, não a câmera. É por isso que você vê pessoas entendidas e com olhar apurado fazendo fotos incríveis com câmeras de bolso, compactas e celulares; tendo uma lente já é o suficiente! Moral da história: não pense que comprando de uma marca considerada “melhor”, suas fotos vão sair igualmente “melhores”, porque equipamento não é nada sem a pessoa que o controla.

Segundo: procure conhecer pelo menos uma câmera da Canon e outra da Nikon. Pegue, fuce os menus, veja qual você acha mais confortável de segurar e configurar. Parece brincadeira, mas isso pode ser decisivo, porque não é legal usar um trambolho que você não tem afinidade, não consegue encontrar nem onde muda a resolução das fotos. Eu por exemplo, consigo trabalhar muito melhor com a Canon, acho as câmeras mais leves ergonômicas e com botões e menus mais interativos. Mas isso vai de cada um, não adianta seguir minha opinião porque sua experiência pode ser bem diferente, ok?

Por último, seja sensato: se for comparar especificações, compare com câmeras da mesma categoria em cada marca. Uma top de linha da Canon vai ser bem melhor que uma DSLR de entrada da Nikon, e assim o contrário. Exemplos de câmeras na mesma linha: Canon T3 – Nikon D3100 e Nikon D5100 – Canon T3i.

Seguindo esses três passos (principalmente o segundo), você com certeza vai encontrar a marca ideal que sua futura câmera deve ter. Lembre-se sempre de pesquisar sobre algum modelo pretendente, ler reviews, enfim, se informar bastante antes de decidir, porque é um bom investimento em jogo!

Aproveite e leia a série Qual câmera comprar?

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

O post hoje é pra acabar com um mito que começou com as propagandas impressas, de TV e rádio, quando as câmeras digitais foram lançadas: os megapixels.

Quando compramos um celular, geralmente olhamos se ele é bonito, se chama a atenção ou se atende ao que você pretende fazer com ele, raramente olhamos qual a resolução da pequena câmera que já vem acoplada. Mas na hora de comprar uma câmera de verdade, aposto que a maioria que está lendo colocou os megapixels no podium dos requisitos, eu mesmo já pensei assim e por muito tempo.

Passa dia passa mês, lendo vários sites de fotografia, aprendi há cerca de dois anos que uma câmera com 1 milhão de megapixels não faz pior a sua com 6. Os megapixels definem as dimensões da sua foto em altura e largura, ou seja, quanto mais megapixels forem usados para tirar a foto, maiores serão suas dimensões e consequentemente, maior o espaço que ela vai ocupar no cartão de memória e no seu computador. Coisas que de fato fazem sua câmera ser considerada melhor que as outras são: lente, as configurações manuais que ela oferece e a tradição da marca.

Quando colocamos o máximo de megapixels pra tirar nossas fotos, é como se estivessemos dizendo pra câmera: “Deixa essa foto bem grandona porque depois eu quero revelar em tamanho gigante pra colar na minha parede, ok câmera?”. Se você não vai fazer isso nem vai editar sua foto detalhadamente no Photoshop não há necessidade de utilizar o máximo de megapixels da sua câmera. Mas também não exagere: nunca use 1, 2, até 3 megapixels apenas. Depois se você quiser cortar só um pedacinho da foto ou quiser ver os detalhes no zoom, não vai ter como, o tamanho pequeno não vai ajudar. Eu recomendo trabalhar com de 4 a 8 megapixels, você não pesa tanto o seu computador e ainda sim consegue manusear muito bem as fotos.

Se ver alguém por aí querendo comprar uma câmera pensando só na quantidade de megapixels, passe essa dica adiante, quanto mais pessoas sabendo sobre isso melhor!

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+