Zé Zorzan

Oi, eu sou o Zé! Tenho 21 anos, moro em Juiz de Fora e trabalho como web designer, sempre mantendo e praticando minha paixão pela fotografia nas horas vagas.

Sempre fui o nerd das melhores notas da sala, até que o ensino médio e técnico no CEFET-MG — bem mais puxado que nas escolas perto de casa — me deram um choque de realidade e eu precisei me esforçar muito pra conseguir me formar orgulhoso de mim mesmo. E eu consegui! Ironicamente, mesmo sendo tão cansativo, esses três anos foram os melhores da minha vida: conheci pessoas que vou levar para a vida toda, tive conteúdo de qualidade e adquiri uma responsabilidade e noção de vida que não teria adquirido em outro lugar.

Minha paixão pela fotografia vem desde a minha infância. Quando criança, vivia dizendo à minha mãe como enquadrar a foto corretamente na nossa velha câmera analógica. Quando as digitais ficaram mais populares, não podia ver uma que já queria mexer, entrar no menu, fotografar nem que fosse qualquer coisa! Em 2009 — sim, só em 2009 — ganhei minha primeira câmera digital compacta (uma Fujifilm FinePix J10) e a partir daí não parei mais.

O design também vem de longa data na minha vida. Tendo alguma relação ou não, minha brincadeira preferida sempre foi desenhar quando criança; brincar com cores, texturas e formas. Mais tarde, me via colando recortes e desenhando com canetinha para personalizar folhas de fichário dos amigos. Meu interesse pelas artes estava ali, mas eu não percebia. Em 2007, num curso básico de informática (Word, Excel…), fiquei mega feliz em descobrir que aprenderíamos Photoshop, o famoso programa que tirava espinhas. Eu mal podia esperar! Em 2008, com um fake no Orkut, passei a editar fotos e fazer montagens de celebridades no PhotoFiltre Studio. No meio do ano, migrei para o Photoshop de vez e praticando muito todos os dias cheguei ao conhecimento que tenho atualmente (mas a prática nunca termina)

Em 2011, comecei meu Bacharelado Interdisciplinar em Artes e Design, na UFJF. Precisei parar em 2012 para fazer um estágio e completar meu curso no CEFET, mas já estou aqui de novo ralando. À propósito, trabalho como designer bolsista na Secretaria de Comunicação da UFJF, onde cuido da parte visual das redes sociais e ilustro matérias tanto no site quanto da na revista acadêmica da Universidade, a A3.

Não faço o tipo estressado, mas meu pavio também não é dos maiores. Se você assiste F.R.I.E.N.D.S, prepare uma mistura de 50% do sarcasmo e humor do Chandler, 25% do perfeccionismo da Monica e 25% da esquisitisse da Phoebe. Não me canso de vagar pela internet, assistir filmes e séries, fotografar pessoas e objetos, e não se esqueça de uma boa comida para acompanhar isso tudo. :)

Sobre o MA

Criei em 2009 um blog chamado Um Mundo Escrito, e lá postava sobre o que me dava vontade. Na época eu não tinha nenhuma experiência com a blogosfera, mal conhecia os blogs mais famosos e tudo o que envolve esse mundo. Mas depois de um ano e meio escrevendo para o Depois dos Quinze, me senti seguro e pronto para criar o Melhor Ângulo e alavancá-lo.

Seis meses antes de tudo, eu montei um site como mini-portfólio, o ZCreations. O layout foi o mesmo até junho de 2011, até que eu resolvi renovar tudo e acrescentar o blog ao espaço, o ZCreations Blog. Inicialmente pensei que seria tempo e esforço jogado fora; inclusive, se você acessar o meu primeiro post, verá no início tudo foi um teste. Depois de perceber que tinha futuro, o blog ganhou nome próprio e se transformou no Melhor Ângulo.

O nome surgiu depois de duas longas semanas pensando e riscando várias possibilidades do papel. Melhor Ângulo foi uma sugestão automática e espontânea dada pelo meu então colega de república. De cara, perguntei aos leitores no Twitter se eles aprovavam, e a galera curtiu de verdade! Não perdi tempo e registrei logo o domínio. Alguns dias depois, o MA estava no ar e de nome novo.

O conceito por trás disso tudo? Melhor Ângulo vem da típica expressão “Esse é meu melhor ângulo nas fotos”. No blog, o sentido é de compartilhar e escrever sobre fotografia, arte, cultura e tudo o que me inspira da melhor forma; mostrar e capturar o melhor de cada assunto, cada ideia, cada pensamento, e claro, cada imagem.