03 • agosto • 2012

Oi! Sumi alguns dias por causa do estouro do limite de tráfego do blog e de alguns dias sem internet por causa de um bendito acidente próximo aos equipamentos telefônicos aqui na minha cidade. Mas voltei, pela milésima vez!

Muito bem. No início de julho, comprei um celular novo, o Samsung Galaxy Y. Queria um smartphone barato (R$330,00 no Girafa), mas com um sistema operacional conhecido, principalmente por causa da disponibilidade de aplicativos. Baixei uns novecentos só de fotografia, mas é claro, nenhum superou o queridinho Instagram (me segue lá!), mesmo com a falta de mais filtros que eu sinto nele.

(1 e 2) Trabalho, trabalho, trabalho. Tenho recebido cada vez mais tarefas de responsabilidade no estágio, e isso tem complementado bastante a parte prática do meu curso técnico em Informática Industrial que terminei em 2010. Pode deixar, mais lá na frente quero fazer um post bem explicadinho sobre minha situação e opinião em relação a profissão, faculdade, etc.

(3 e 4) Olha como eu sou enrolado: comprei ano passado em Juiz de Fora algumas molduras dessas de madeira de artesanato, bem baratinhas. Só fui pintar há duas semanas! Meu quarto novo vai ser feito com uma decoração bem clean nos móveis básicos e paredes, o mais branco possível. Para dar um up, escolhi as três cores primárias (azul, vermelho e amarelo) para usar nos itens decorativos. Sempre tive uma sensação de organização e energia com esse trio, acho que vai bem com o intuito do cômodo de ser também meu lugar de trabalho.

(5) Sexta e sábado na casa de uma amiga, gosto muito daquele cantinho lá (mesa e mural de fotos).

(6) Segundo filme para usar na Zoraide! Já estou terminando as 36 poses, e dessa vez não vou revelar e scanear na minha multifuncional como sempre fiz. Descobri que uma das poucas lojas de fotografia em Cataguases faz digitalização, quero ver se o resultado é de boa qualidade.

(7) Mais um livro sobre design (indicado aqui no blog) pra estudar um pouco nesse ano longe da faculdade.

(8) Indo pra casa da minha amiga Karen em Leopoldina. Saudades dela e até da cidade, afinal foram três anos de CEFET vivendo mais lá do que tudo.

Mais umas fotinhos aleatórias.

E o Projeto 70, Zé? Deu certo? Preciso confessar que não. Mas não foi por preguiça e sim por falta de tempo pra pensar nisso. Sabe quando você precisa esvaziar a cabeça e deixar só o que não dá mesmo pra tirar? Fica como uma pausa e em setembro a gente bota o assunto na mesa de novo. Por que exatamente setembro? Longa história… fica pra outra Rotina do Zé. (:

Tenho 21 anos, sou de Cataguases (Minas) e trabalho como web designer, sempre mantendo e praticando minha paixão pela fotografia nas horas vagas.
Compartilhe:



03 • agosto • 2012

Mais da metade do ano passou, velocidade recorde! Esse mês eu não fiquei muito tempo perambulando no Flickr, então foi mais fácil selecionar as 30 fotos. Estou providenciando um serviço de galeria de fotos pro blog, acho que vai ajudar para os posts desse tipo não ficarem tão grandes e cansativos.

Favoritem aí também! Para ir até a página onde a foto foi encontrada, e só clicar em cada um.

Continue Lendo

Tenho 21 anos, sou de Cataguases (Minas) e trabalho como web designer, sempre mantendo e praticando minha paixão pela fotografia nas horas vagas.
Compartilhe:



03 • agosto • 2012

Todo fim de mês rola aqui no blog uma mini-retrospectiva com os melhores posts publicados nas ultimas 4 ou 5 semanas, escolhidos pelo número de comentários, visualizações ou melhor conteúdo. Sempre tem alguém que não conseguiu acompanhar o blog todos os dias, então estou aqui pra deixar tudo mais fácil pra vocês. Para não perder mais nada daqui pra frente, assine o Feed do blog, siga no Twitter e curta a página no Facebook!

Fotografia do começo: ISO
Como lidar com a vergonha de fotografar em público
Tudo sobre: Projeto 365
Como está a aparência do seu site ou blog?
Uma foto, duas épocas
Fotografia do começo: Balanço de branco

Tenho 21 anos, sou de Cataguases (Minas) e trabalho como web designer, sempre mantendo e praticando minha paixão pela fotografia nas horas vagas.
Compartilhe:



26 • julho • 2012

Nossa série já mostrou como expor corretamente uma fotografia manipulando os três principais pilares da exposição: abertura do diafragma, velocidade do obturador e ISO. Mas e quando a luz está ok, mas as cores não têm nada a ver com a realidade?

A cor da luz é na maioria das vezes chamada de temperatura; ela muda principalmente de acordo com o ambiente e com a fonte da iluminação, indo dos tons mais alaranjados e amarelados até os azulados. Quer ver um exemplo? Há mais de uma década, a maioria das casas usava lâmpadas de tungstênio (aquelas antigas). Lembra como você achou as novas lâmpadas fluorescentes super azuis, mas depois se acostumou? Pois é, nosso olho é bem mais inteligente que a câmera; ele se adapta rapidamente ao ambiente e enxerga as cores corretas: branco é branco, preto é preto, azul é azul, e assim por diante.

No menu da câmera, você encontra a função Balanço de branco (White balance em inglês), com algumas opções padrão que ajudam a deixar as cores o mais reais possíveis. São elas: luz de tungstênio, luz fria, ensolarado, nublado, sombra, etc, onde você escolhe a que mais se encaixa na iluminação de onde você está. É claro que também existe o modo automático, mas ele quase sempre precisa abrir mão de uma boa captura de cores para dar conta do balanço de branco, então evite usá-lo.

E quando a foto com cores “erradas” vira intenção? Para isso, basta configurar o balanço de branco também de forma “errada”. Por exemplo: para uma foto do pôr-do-sol, você pode escolher o modo luz fria ou nublado. Ele vai dizer para a câmera que a luz do ambiente está muito azulada, que precisa de mais amarelo e laranja nisso aí. Logo, o resultado vai ser um pôr-do-sol com muito mais cor e vida. Legal, né?

Falta apenas um post para o fim da série e o tema será “Distância focal”. Depois dele, vou preparar um arquivo PDF com todos os posts, pra baixar e imprimir, ou guardar para consulta mesmo. Comenta aí!

Tenho 21 anos, sou de Cataguases (Minas) e trabalho como web designer, sempre mantendo e praticando minha paixão pela fotografia nas horas vagas.
Compartilhe: