Melhor Ângulo - Fotografia, decoração, design e tudo o que me inspira!

Não estamos mais na primavera há mais de um mês e isso todo mundo sabe, mas as flores – celebridades da estação – não deixam de ser inspiradoras em qualquer época. Essa semana fiz um post dando largada na terceira edição do mini concurso “Sua foto no blog” que acontece de 2 em 2 meses no Depois dos Quinze, onde também escrevo.

O tema do bimestre foi flores, essas belezinhas super fotogênicas e que são fáceis de achar, não importa se sua cidade é incrivelmente linda ou não. Trouxe uma série de fotos de vários fotógrafos para inspiração e estou aproveitando pra mostrar pra vocês também! Na hora de fotografar com flores, é legal tentar ângulos e posições diferentes, que valorizem a dança de cores e formas dessas pequenas.

Depois dos Quinze

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Eduardo Recife é um artista e ilustrador nascido em 1980 em Belo Horizonte, MG (brasileiros talentosos, a gente mostra). Em meados dos anos 90, começou a trabalhar na área e desde criança já sabia que tinha talento pra coisa. Ele conta no próprio site que costumava ter mais desenhos e rabiscos nos cadernos do que anotações e fazia tatuagens nos amigos com canetinha preta. Em entrevistas ele também já explicou que sempre foi apaixonado por coisas retrôs, até mesmo roupas usadas, decoração e principalmente os elementos gráficos, tanto que essa é sua marca hoje em dia, um trabalho feito ontem por exemplo consegue ficar com cara de 70 anos atrás na mão do mineiro.

Eu, Zé, como sou louco por colagens e suas milhares de composições possíveis, não poderia deixar de falar dele. Já conhecia algumas imagens há muito tempo, mas só no começo do ano passado descobri de quem se tratava numa das aulas da faculdade.

Eduardo produz a maioria dos recortes e coisas que usa nas colagens: papéis amassados, rabiscos, rasgos e até as fontes! Essas últimas são feitas à mão e finalizadas no computador, você encontra pra compra aqui. Programas de edição também fazem parte do trabalho dele, com eles Recife faz retoques, altera cores, mas segundo suas próprias palavras, “não se deixa virar escravo do mouse e da cadeira“.

Gostou do trabalho dele? Não é incrível? Então vai lá no site dele, o Misprinted. Tem todos os trabalhos e alguns materiais grátis como algumas fontes, brushes, texturas e wallpapers!

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Em termos fotográficos, exposição é o momento em que a luz entra na lente para formar a foto, é quando o mecanismo da câmera fica literalmente exposto à luz exterior: quanto maior o tempo de exposição, mais clara ficará a foto depois de pronta (mais óbvio impossível) e o contrário acontece quando o tempo for menor.

Nas câmeras analógicas existe um recurso que permite fotografar duas vezes em cima de um único fotograma: o mecanismo libera o obturador sem que o filme avance, deixando você fotografar mais uma vez no mesmo local em que uma primeira imagem foi feita, criado essa mistura incrível de luzes e formas!

Mas não é exatamente toda câmera de filme que te dá essa possibilidade: as automáticas vêm com anti-dupla exposição, passando o filme logo depois que você bate uma foto. Mas afinal, qual é a câmera certa pra fazer o efeito? As digitais não fazem? E tem como criar tudo no Photoshop mesmo? Essas perguntas serão respondidas num próximo capítulo, nesse mesmo horário, nesse mesmo blog. Agora que tal alguns bons exemplos?

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

decoração para quartos

Pleno começo de ano e todo mundo além de querer dar uma repaginada no visual e na vida, também quer dar aquela arrumadinha no quarto afinal todos nós acabamos enjoando ou da cor da parede ou dos móveis e aí vem aquela pergunta: “Onde eu estava com a cabeça quando escolhi isso?”

Contudo, não basta vontade para que o quarto se redecore sozinho, é necessário ter também o tal do dinheiro. E geralmente uma quantia alta já que até em saldões de lojas de decoração e planejados a peça mais barata gira em torno de R$150,00. Então aqui vai uma série de dicas que vão te ajudar a reformar o quarto sem gastar muito:

1) Regra fundamental: primeiramente é de extrema importância que você saiba que se não quer tirar muito dinheiro do bolso, terá que por a mão na massa. Isso inclui colar, lixar, pintar, cortar, costurar, mexer com fiações (para fazer tomadas, por exemplo) e talvez até pregar.

2) Criatividade: com certeza naquele quartinho bagunçado e cheio de coisas velhas que toda casa tem deve ter muita  peça que possa ser reaproveitada. Garimpar objetos, móveis e materiais que estão sem utilidade há um tempo é importante e pode acabar resultando em decorativos muito úteis. Um exemplo é esta guirlanda feita de pisca-piscas e copos descartáveis forrados com tecido (aprenda a fazer aqui).

guirlanda de copos

3) Tempo: Não adianta sair comprando tudo na primeira loja em que você entrar. Bom mesmo é dar uma boa pesquisada antes e procurar por lojas de confiança ou especializadas. Por exemplo, aqui em São Paulo, encontrei nos Armarinhos Fernando porta-retratos por R$ 4,99 e murais de cortiça por R$9,00 para colocar na parede do meu quarto. Um outro exemplo são caixas organizadoras, jamais as compre em lojas de decoração – a não ser que estejam em liquidação –, pois você sempre irá pagar mais caro. Procure comprá-las em lojas que vendam embalagens para presentes, lá o preço sai sempre mais em conta (numa loja habitual onde eu pagaria R$25,00 eu paguei R$ 13,00).

4) Humildade: Também é importante! Encontramos muita coisa nas ruas que podem ser reaproveitadas. Então se você ver algo por aí, jogado do lado de um poste e achar que possa lhe ser útil, não tenha medo nem vergonha! Além de estar economizando, você estará fazendo um favor para a natureza. Olha só essa gaiola: normalmente ela seria jogada fora, mas virou luminária e das bonitas!

sala

5) Confiança: Uma vez me ensinaram que não há nada que não possa ser feito pelas mãos do homem, o que existe é o número de vezes em que ele pode tentar. Então, confiança em você mesmo é crucial nessa área. Se você ver algo na internet ou em alguma loja que você mesmo possa fazer com materiais que você sabe que tem em casa, porquê não tentar? Arrisque sem medo e quantas vezes precisar.

As dicas podem parecer óbvias mas é sempre bom reuni-las em um só lugar para gente refletir um pouco. Continue atento ao Melhor Ângulo para mais toques sobre como economizar na hora da decoração.

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+