Greetings from Mars de Julien Mauve

Movido por seu constante questionamento sobre como seria descobrir um mundo completamente diferente, sem vida e cheio de paisagens intocadas, o fotógrafo Julien Mauve se dedicou à ideia de imaginar a chegada do homem a Marte e como seria fotografar essa experiência pela primeira vez. Além disso, o artista ainda faz um gancho sobre comportamento e essa cultura atual de se fotografar em contato com o mundo, ou sendo mais direto: a disseminação das famosas selfies. De propósito, Julien dirigiu os modelos para fazerem poses estereotipadas de turistas, e é engraçado fazer uma ligação sobre a maneira como agimos em frente uma câmera, como tentamos nos incluir nos cenários, afirmar nossa presença ali para todo mundo ver. Bom, em outro planeta qualquer um gostaria de se exibir um pouquinho, né? Para ver todas as fotos, é só clicar aqui.

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Greetings from Mars de Julien Mauve

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Capa Emma Stone

Mantendo o espírito de trazer novidades para o blog, vou ressuscitar mais um tipo de postagem que eu adoro fazer, que é quando eu compartilho ensaios de celebridades para revistas lá da gringa. Lembram das vezes com a Katy e com a Adele?

Pois a capa da Interview Magazine de maio é de Emma Stone, e a edição vem recheada com uma ótima entrevista feita por Diane Keaton e fotos clicadas pelo fotógrafo Craig McDean. O que me encantou nesse ensaio foi a vibe intimista e pessoal, com direito a muita luz natural, simplicidade e a beleza sem esforço que Emma tem de sobra, sem retoques malucos de Photoshop. Nada mais apropriado quando se trata de uma entrevista, vamos combinar.

O estilo fotográfico aqui tem aparecido cada vez mais nos portfólios por aí, já perceberam? Daqui a pouco já vai poder virar tema de mais um #ObcecadoPor, ando muito apaixonado por toda essa abordagem!

Emma Stone por Craig McDean

Emma Stone por Craig McDean

Emma Stone por Craig McDean

Emma Stone por Craig McDean

Emma Stone por Craig McDean

Emma Stone por Craig McDean

Emma Stone por Craig McDean

Emma Stone por Craig McDean

Para ver e ler tudo na íntegra, é só clicar aqui.

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Hoje eu começo aqui no blog uma nova tag, a #ObcecadoPor. Eu estou sempre mergulhado em alguma obsessão e tenho a capacidade de ficar horas e horas pesquisando sobre ela. Vejam, esses posts serão diferentes dos posts de inspiração que vocês já estão acostumados, ou até os moodboards que eu monto de vez em quando. A diferença aqui é que o assunto escolhido será sempre algo que tem me chamado atenção pessoalmente e naquele momento, sem temas escolhidos aleatoriamente. E pode ser sobre qualquer coisa, qualquer coisa mesmo: uma tendência de design, um técnica fotográfica, uma série, um diretor, uma banda, um estilo musical, uma trend de moda, uma cor… ou duas cores.

Pra começar essa brincadeira eu gostaria de dizer que estou obcecado por preto e branco, amigos. Com uma leve inclinação para o preto, eu diria. Eu sou e sempre fui apaixonado por cores, raramente imagino qualquer coisa em preto e branco, mas ultimamente a saturação tem dado uma maneirada no meu gosto. Roupas, sapatos, objetos de decoração, até o efeito escolhido no VSCO Cam na hora de editar uma foto pro Instagram tem tido influência do preto e branco. Eu não falo necessariamente do P&B fotográfico, mas dessas cores aplicadas no dia-a-dia, sabe? E o engraçado é que se você começa a aplicar o preto e o branco nas coisas, as duas geralmente pedem que todo o resto seja menos colorido, então tudo começa a ficar mais sóbrio por si só.

Fiz uma seleção de referências pra esse post, e decidi que pra fazer as montagens dessa tag vou fazer questão de procurar em cada uma das minhas redes sociais por likes, reblogs e repins associados ao tema, afinal é pra ser tudo real, certo? Preto no branco (não resisti)! As imagens de hoje vieram do Instagram, Lookbook, Pinterest e Tumblr. No fim do post tem um link pra cada uma delas, caso vocês queiram jogar nas redes de vocês também! ;)

Preto e branco

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16. 17.

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Clemente De Muro

Oi, lembram de mim? Sumi de novo, né? Eu sei. A semana do dia 27 de abril foi completamente dedicada ao retorno do blog: layout, correção de erros, organização, novo calendário… por isso nada de posts. Esses estavam programados para voltarem oficialmente na semana seguinte, do dia 4. Até que veio a vida e PA PA PUM: fiquei doente de uma hora pra outra, e isso durou até a última sexta-feira. Fazer o que? Todos os dias eu aprendo que não adianta planejar demais, que eu devo simplesmente fazer. Então vambora fazendo!

Vocês repararam que o Flickr voltou a ser bonito? No último dia 7 eles lançaram algumas novidades, inclusive uma nova página de galeria combinando com o que eles já vinham fazendo nos grupos há algum tempo (dá pra ver tudo aqui). Grandes empresas como Google, Yahoo! e Facebook costumam dar esses baby steps de mudanças para testar a aprovação dos usuários, e não foi diferente no Flickr. As capas agora são maiores, as fotos não ocupam mais 100% da tela, enfim, tá tudo mais organizado. Convenhamos, ficou bem melhor!

Inspirado nessa novidade, resolvi voltar aos trabalhos no blog ressuscitando uma tag, a Flickr do dia. Nunca dei a atenção que ela merecia, e como eu sou apaixonado por essa plataforma e por compartilhar trabalhos de fotógrafos, por que não unir o útil ao agradável?

O escolhido de hoje é Clemente De Muro, um italiano que me chamou a atenção porque vi nas fotos algo diferente, um olhar cinematográfico, como se fossem registros da gravação de um filme ou clipe musical. Isso não só pelos enquadramentos, mas até mesmo pela iluminação sempre mais escura do que estamos acostumados em fotos e pelas cores, reais, com o mínimo de pós-produção. A impressão final é de que são frames de um filme que ainda não passou pelo colorista ou pela edição. Puras e simples.

Clemente De Muro

Clemente De Muro

Clemente De Muro

Clemente De Muro

Clemente De Muro

Clemente De Muro

Clemente De Muro

Clemente De Muro

Clemente De Muro

Clemente De Muro

Minha surpresa foi descobrir que Clemente é de fato um diretor e trabalha em dupla com um colega na produtora CRIC, e eles já fizeram vídeos bem bacanas como esse:

O que acharam do trabalho dele? Me contem aqui embaixo! ;)

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+