Melhor Ângulo - Fotografia, decoração, design e tudo o que me inspira!

Eu sou fascinado pelo mundo dos blogs, ou blogosfera se vocês preferirem. Estou nesse meio há mais de cinco anos e sempre me interessei muito por conteúdo que tratasse justamente desse assunto, blogs sobre blogs. De uns tempos pra cá minha paixão por essa área vem crescendo tanto que eu resolvi trazer também a minha colaboração para a dona internet.

Não que eu vá começar a escrever sobre isso com a mesma abordagem de outros vários blogs do nicho, que geralmente estão lá para ensinar mais didaticamente, do mais básico ao mais “profissional”. Na verdade a minha proposta é falar sobre as minhas experiências aqui no Melhor Ângulo mesmo: problemas que eu já tive e como consegui resolver, caminhos que segui para definir determinada linha de pensamento, como fiz novos projetos funcionarem, enfim, coisas que aconteceram comigo e que podem ajudar vocês.

Por exemplo: há duas semanas eu comecei em um novo emprego, e por isso meu tempo livre diminuiu bastante. Se antes com tempo de sobra eu já não estava me dedicando tanto ao blog, como eu faria agora? Foi o momento de sentar, listar meus projetos atuais e decidir o que “eliminar”. Calma, não foi o caso do MA, hahaha #vaiterblogsim Acontece que pra dar conta daqui pra frente, eu preciso começar a me organizar de alguma forma, pra que os projetos que restaram na minha vida funcionem e não se tornem perdas de tempo.

O primeiro passo foi listar todas as categorias que figuram aqui e decidir quais delas mais mexem comigo atualmente, as que mais me interessam e me deixam motivado a pesquisar, ler e escrever sobre. Depois fui criando mais grupos pras outras categorias afim de não deixar nenhuma sem definição, e o resultado final ficou assim:

Assuntos

A conclusão é que agora, em qualquer plano editorial que eu monte, vou ter uma visão mais clara do que priorizar quando o problema for assunto, e assim tudo fica mais fácil: a pesquisa de pautas, onde ir quando quiser me inspirar, em qual área eu preciso me dedicar, e assim por diante.

Você aí que também tem um blog que engloba vários assuntos: já tentou fazer isso? Às vezes a infinidade de categorias simplesmente bloqueia nossa criatividade, mas ela não precisam ir embora por isso, talvez só uma boa organizada já resolve, né? Me contem nos comentários o que vocês acharam da ideia. :)

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Já foram no ar aqui no blog alguns posts de inspiração com fotos de casais, feitas por fotógrafos variados do Flickr e 500px. O engraçado é que eles estão entre os posts de maior sucesso do Melhor Ângulo, vivo dando de cara com pesquisas no Google que vêm direto pra cá. Então nada melhor do que aproveitar o Dia dos Namorados (dia 12, semana que vem, em pleno início de Copa, hahaha) pra fazer uma terceira edição com mais imagens incríveis!

À propósito, a Cupons Mágicos — que é praticamente parceira do blog depois de algumas ações em conjunto — está com uma seleção de cupons muito legais ativa nos próximos dias pra quem ainda não comprou aquele presente especial. Entre as opções estão lojas de vestuário, eletrodomésticos, perfumaria, livraria e até pra comprar passagens de viagem. É só vir aqui e conferir todas os descontos! ;)

Agora vamos às fotos?

 

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Tá que eu prometi publicar a continuação desse post semana retrasada, mas eu viajei pessoas, viajei pra Bahia! Conto detalhes disso depois, porque hoje é dia de falar um pouco sobre outros três filmes que eu assisti no cinema esse ano. Na verdade, eu já vi O Espetacular Homem-Aranha também, então seriam oito filmes, mas esse vai ganhar um post só pra ele. ;)

Mr. Peabody & Sherman

Resenha Melhor Ângulo de Mr. Peabody & Sherman

Eu sou assim com cinema: só vejo o que eu realmente acho que vale a pena, ou o que quero ver há muito tempo. Com As Aventuras de Peabody e Sherman não foi assim, até porque mal tinha ouvido falar do filme, hahaha. Mas minha mãe estava aqui em Juiz de Fora, e eu queria assistir alguma coisa com ela, porque a última vez que ela tinha entrado em um cinema foi há, sei lá, 30 anos (sério). E pior que eu até gostei, sabe? É praticamente uma aula de história para crianças, mas também consegue ser bem família, divertido em muitos pontos. Destaque para a animação em si que é muito bem feita e para as cenas onde Mona Lisa e Maria Antonieta aparecem. :)

Noé

Resenha Melhor Ângulo de Noé

É inevitável não pensar que Noé se trata da história bíblica de… Noé. Mas não assista o filme com essa ideia. Na verdade, o roteiro foi feito apenas com base e inspiração na Bíblia, mas é muito mais sobre o ser humano e sua razão, sua capacidade de fazer escolhas na vida. Quando eu entrei no Filmow para ler os comentários de quem tinha assistido, só vi opiniões divididas, então aconselho a não ir na onda de ninguém, tire suas próprias conclusões! As atuações estão maravilhosas, os efeitos também, e me surpreendeu a maneira como abordaram e explicaram algumas coisas mais surreais da fábula original. Destaque para quando Noé conta sobre a criação; que cena linda!

Capitão América

Resenha Melhor Ângulo de Capitão América

Eu sempre gostei de super heróis, desde criança, mas nunca fui de ler quadrinhos e nem sou atualizado em todos os filmes do gênero já produzidos até hoje. Quando assisti Capitão América 2, contei com a ajuda da minha amiga para me explicar algumas coisas, me apontar alguns detalhes. Não tenho muito o que opinar sobre o filme, a não ser que é muito melhor que o primeiro e que parece muito mais sério, com menos piadas, perdendo aquela característica de pastelão que os filmes da Marvel vinham trazendo. Pra quem não tem dado nada pra assistir, digo que vale a pena repensar essa ida ao cinema. Aproveita que ainda tá em cartaz! ;)

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Pra quem não sabe, além de registrar e avaliar no Filmow os filmes que eu assisto, eu também anoto tudo no Listography, organizando por mês, quais eu já tinha assistido e os que eu assisti no cinema. Um dia desses, resolvi comparar a lista desse ano com a do ano passado, e me surpreendi ao perceber que só nesses quatro primeiros meses de 2014 eu já assisti mais filmes no cinema que no ano de 2013 inteiro! E acho que há grandes chances desse padrão continuar, visto as estreias que estão por vir.

Hoje vou falar um pouquinho de cada um desses filmes. Não espere grandes resenhas, são só pequenas impressões, detalhes que eu gostaria de destacar, coisas que aconteceram no dia em que eu vi. :)

Elsa em Frozen

Resenha Melhor Ângulo de Frozen

Eu não estava dando nada por Frozen. Tinha visto poucos trailers e achava tudo muito mais ou menos, sabe? Talvez essa impressão tenha sido influenciada por um certo preconceito que eu tenho com filmes de princesa nesse formato de animação 3D. Querendo ou não, cresci numa época em que os filmes da Disney eram automaticamente relacionados aos desenhos em 2D, e essas “tecnologias de hoje” acabam me incomodando um pouco. #nostalgia Mas deixando isso de lado, assisti Frozen em janeiro com a Gabi e saí da sala apaixonado, hahaha. Sério, um dos melhores filmes do ano, assim, de cara! E uma das coisas que eu mais gostei foi que apesar dos pontos de romance aqui e ali, o foco da história é no amor fraternal de Anna e Elsa, sem príncipe aparecendo do nada para salvar a princesa. E destaque para a “performance” da música Let It Go, porque gente, eu quero morar naquele castelo!

The Book Thief

Resenha Melhor Ângulo de The Book Thief

Lembro como se fosse ontem de estar no 1º ano e ver várias pessoas no CEFET lendo “A Menina Que Roubava Livros”, naquela clássica capa toda branca com o guarda-chuva vermelho. Apesar de nunca ter lido, a história sempre esteve à minha volta, então fiquei muito curioso quando fiquei sabendo da adaptação. Li que as críticas não foram das melhores, mas gostei muito do filme em geral, principalmente das atuações da pequena Sophie Nélisse, de Geoffrey Rush e de Emily Watson, esses dois últimos já nomeados ao Oscar por outros trabalhos. Vale lembrar também da fotografia, que no início faz uma clara referência à capa do livro, com cenas muito brancas, por conta da neve, e depois aos poucos escurece e ganha um aspecto mais dramático quando o filme começa a focar no tema nazista.

Ninfomaníaca

Resenha Melhor Ângulo de Ninfomaníaca

Assistir Ninfomaníaca não era nem uma possibilidade, principalmente depois de ter avaliado “Anticristo” — também de Lar von Trier — como “definitivamente não é o tipo de filme que eu gosto”. Mas como estávamos em grupo e decidimos levar tudo com bom humor, resolvi dar mais uma chance ao diretor dinamarquês e à nova produção. Achei que o saldo da sessão seria uma boa dose de cenas zoadas por serem doentias ou bizarras demais, mas levei o filme mais a sério do que pensava. E apesar de toda a promoção unicamente voltada ao lado “sexual” da história, não achei tão pesado nesse sentido. Mais drama, menos sexo. Dizem que o Volume II é mais explícito, mas esse não chegou aos cinemas daqui, então…

Uma Aventura Lego

Resenha Melhor Ângulo de Uma Aventura Lego

Outro que não tinha me chamado muito a atenção, mas que paguei a língua. Assisti “Uma Aventura Lego” em Niterói, num rolezinho no shopping com o Filipe, e me surpreendi com a qualidade do filme! As referências à cultura pop me lembraram Detona Ralph (num bom sentido), a animação pensada no mundo feito de LEGO é muito bem representada (adorei cada solução!) e achei o roteiro interessante, me prendeu do início ao fim. A musiquinha então nem se fala: “Tudo é incríveeeeeel!” Grudou pra sempre na minha cabeça, haha.

E aí pessoas, quem aí já viu algum desses filmes no cinema? A segunda parte do post entra no ar ainda essa semana. :)

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+