03 • junho • 2012

Muita tem gente sente preconceito pelos bonés e chapéus, dependendo da situação eles podem ser chamados de “coisa de favelado”, “coisa de playboy”, “coisa de gay”, etc. A verdade é que usados da forma correta, ele não chama pra uma atenção ruim, e sim combina e muito bem com a proposta de uma roupa. Na hora de escolher o que usar, temos que levar em conta a estação, o clima do próprio dia, o humor e bem, a vontade mesmo. Abaixo algumas imagens e dicas pra acertar nesses rapazes que não deveriam sair da nossa cabeça.

Vovó Santa

Tenho 21 anos, sou de Cataguases (Minas) e trabalho como web designer, sempre mantendo e praticando minha paixão pela fotografia nas horas vagas.
Compartilhe:



20 • maio • 2012

Já estamos quase chegando no inverno e dá para perceber isso na pele, afinal boa parte do país está passando por uma frente fria daquelas; na sua cidade também está assim? Nessa época, além do conforto e do aquecimento das roupas, as pessoas costumam se vestir de forma mais elegante, mais bonita; tenho certeza que algum conhecido seu já fez um comentário desse e é uma plena verdade.

Como de costume, antes mesmo do outono começar, os estilistas e marcas apresentaram suas apostas e tendências para o período outono-inverno na moda masculina e hoje eu resolvi separar algumas dos principais pontos a serem destacados, vamos ver?

Vovó Santa

Tenho 21 anos, sou de Cataguases (Minas) e trabalho como web designer, sempre mantendo e praticando minha paixão pela fotografia nas horas vagas.
Compartilhe:



17 • maio • 2012

Se você leu a matéria do Francesco e se identificou com o curso de moda, aposto que, assim como eu, você já se imaginou sendo um grande ícone do estilismo nos grandes centros da área, como Paris, Londres, Nova York… Ah, Nova York… Qual pessoa apaixonada por essa moda nunca se imaginou em NY assistindo suas criações nas concorridas passarelas? Ou estudando na cidade em que ela é lançada em cada esquina? Esse sonho não está tão distante quanto parece graças à FIT (Fashion Institute of Technology)!

A FIT é uma das mais importantes escolas de moda do mundo e fica em Nova York, onde oferece uma longa lista de cursos livres incríveis! Eles são super conceituados e cobrem os mais variados temas, desde fotografia até consultoria de imagem. É uma ótima oportunidade para você testar uma área nova e ver se realmente gosta do assunto ou mesmo aprimorar e continuar o seu campo de estudo. Funciona assim:

Os cursos livres estão divididos em dois grandes grupos: Non-Credit Courses & Credit Courses. A maior diferença é que os Credit Courses são dados num formato mais contínuo e são cursos das cadeiras de ensino do FIT: os alunos serão testados, terão assignments e notas. Já os Non-Credit Courses são seminários e workshops mais curtos e intensos, mas não contam com uma prova final propriamente dita e são dados em horários mais flexíveis e não contínuos.

Apesar dos Credit Courses poderem ser usados para gerar créditos para chegar a um diploma oficial, só tem essa opção aqueles alunos que estão oficialmente matriculados no Office of Admissions. No entanto, você pode fazer esses cursos de qualquer forma sem estar matriculado oficialmente; não vai rolar diploma no final, o que não será problema se você estiver a procura mesmo é de conteúdo.

Alguns Non-Credit Courses, como Fashion Styling, Color Specialist, Fashion Events Planning, Image Consulting, entre outros, podem ser feitos num formato que leva a um certificado de conclusão (não um diploma). Para isso, você precisa fazer uma série de aulas, e como algumas das matérias tem pré-requisitos, demora-se pelo menos 1 ano para se chegar a um certificado. Assim como nos Credit Courses, você pode se matricular nos cursos avulsos, e assim pode aproveitar uma estadia mais curta em NY para estudar de forma interessante. 

O site do FIT foi reformulado, mas ainda assim não facilita muito a vida de quem está procurando um curso em Nova York. Seguem os links para as opções de graduação, especialização e pós-graduação que são oferecidas por lá:

• Undergraduate Programs: os cursos oferecidos, como se increver no processo de seleção, custospré-requisitos para alunos estrangeiros. Esse FAQ para alunos estrangeiros costuma ajudar também. Os cursos são comparáveis com os cursos de graduação encontrados no Brasil. Se ainda restarem dúvidas, recomendo entrar em contato diretamente com o FIT aqui.

• Graduate Programs: cursos oferecidos, como se increver no processo de seleção, custos e pré requisitos. Nesse caso, eles são equivalentes aos cursos de pós-graduação encontrados no Brasil, por isso além de todos os pré-requisitos gerais, você precisa já ter se formado na graduação.

• Credit Certificate Programs (Especialização): os cursos oferecidos, pré requisitos, custos. Para mais informações entre em contato diretamente com o FIT.

Cursos livres

• Non-Credit Courses: os cursos oferecidos e como se increver.

• Non-Credit-Certificates: os cursos oferecidos. O certificado é uma opção para aqueles que pretendem completar uma trilha de Non-Credit Courses e gostariam de ter um certificado de especialização. Para consegui-lo, você precisa primeiro completar dois cursos da sua trilha e fazer uma declaração de interesse no certificado. Depois disso você terá 2 anos para completar todas as matérias da sua trilha.

Se você quer saber mais sobre a FIT você pode dar uma olhada no site deles:
http://www.fitnyc.edu/ ou procurar na internet fóruns sobre o assunto.

O que acharam? Já se imaginaram estudando moda em NYC? Já conheceram meu blog novo? 

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Proin nec pharetra odio. Vestibulum at semper ante. Pellentesque feugiat lobortis facilisis.
Compartilhe:



08 • maio • 2012

Você já conhecia o modelo de camisa Henley? Tudo indica que a “italianinha” é a nova favorita da moda masculina. Depois da explosão das golas ‘V’ e ‘canoa’ que foram peças-chave do verão 2011 e 2012, temos uma nova e mais moderna opção para vestir no verão brasileiro ou em qualquer outra estação, dependendo das demais peças que compõem o look dos meninos.

Aqui, o ideal é vestir a camiseta nos dias quentes, e como todos nós sabemos, não é difícil encontrar dias assim mesmo no outono e até no inverno. O clima brasileiro permite usar roupas leves em qualquer estação porque o clima varia muito, e como a Henley é básica e possui tecido fino, dá pra usar sem dó! Acompanhe com uma calça jeans básica, uma bermuda ou short dependendo da ocasião, e complemente o look com outras cartas na manga: jaqueta quando usada à noite ou em alguma festa, blazer para um quê mais sofisticado, cardigã para o street style ou algum tipo de sobreposição que faça a sua cabeça.

Falando de cores e estampas, esse tipo de camisa segue um estilo bem simples: tons pastel e sóbrios são as melhores escolhas; já as listras compõem a maioria das estampas, sendo finas ou grossas, horizontal ou vertical. Mas lembre-se: cuidado com elas dependendo do seu tipo de corpo. Listras horizontais por exemplo tendem a engordar uma pessoa. Use essa ideia a seu favor!

Acho a Henley uma ótima opção para os meninos brasileiros, principalmente se você mora nessas cidades-fornos ou praianas, vale muito a pena ter algumas no guarda roupa. Além de atual e moderna, ela é extremamente confortável, o que é importantíssimo no dia-a-dia. Eu já tenho a minha e pretendo procurar mais algumas por aí. Gostaram do modelo? Qual vocês preferem entre a Henley, a V e a canoa?

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Proin nec pharetra odio. Vestibulum at semper ante. Pellentesque feugiat lobortis facilisis.
Compartilhe: