Categoria: Diário - Página 5 de 7 - Melhor Ângulo

Vocês devem estar cansados de ver posts desse tipo só da Zenit, né? Ou não? Hahaha. Dessa vez eu demorei muito para mostrar pra vocês, tenho as fotos desde o início de dezembro e elas foram tiradas de setembro a novembro! Acho que com a correria dos últimos meses do ano, esqueci várias vezes a câmera num canto e por isso as poses não terminavam, coisa que geralmente acontece em duas semanas.

Usei o tradicional Kodak ColorPlus ISO 200, já tinha comprado um reserva e usei ele mesmo, apesar da minha vontade de testar outras marcas e modelos. Me decepcionei um pouco porque não saíram tantas fotos legais como nos dois primeiros filmes, o motor da câmera está começando a dar um probleminha que me faz perder muitas exposições, mas adorei algumas em especial, como a do meu pai no volante, meus sobrinhos dormindo e a das espigas em cima da pia, mesmo toda ferrada pela luz.

Como sempre faço, coloquei todas as fotos – inclusive as erradas e repetidas – em tamanho menor para não perder a graça quando aparecerem tratadas e grandonas lá no Flickr. Espero que gostem, me contem o que acharam! :)

(4) Adorei! (6) Essa cena acontece todo dia (7) Pequenininha (8) Estante velhinha da sala (9 e 10) Mexe mexe corre corre fala fala (11) Ainda me pergunto de que ângulo tirei essa foto.

(1) Minhas poucas coisinhas (2) Adorei como a cor do céu ficou (3) Gostei desse ângulo (4) Bulb fail (7) Minha cunhada grávida da minha segunda sobrinha e fotografada pelo meu irmão. Gostei muito, mesmo fora de foco. (8) Oin oin (10) Cores apagadas. <3

(2, 3 e 4) Repetidas e idênticas (5) Luz fail (6) Fim de filme, desfocada. ):

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Ben Barnes

Ano novo não é ano novo sem metas, projetos, planos e sonhos. No início de 2012 eu não fui diferente do resto do mundo e também fiz a minha lista, quem lembra? 12 meses se passaram – rápido demais – e cá estou eu analisando o que eu consegui cumprir e o que precisará se juntar à nova lista, agora para 2013.

( ) Emagrecer

Que vergonha, senhor José Luiz, que vergonha. Mesmo tentando, criando projeto no blog, adicionando aos favoritos artigos, posts, matérias, vídeos, tudo o que se pode imaginar sobre emagrecimento  não consegui emagrecer em 2012; pra ser sincero, eu engordei um pouco, isso sim. Digamos que essa temporada longe da correria da faculdade e trabalhando o tempo todo sentado em casa tenha contribuído, mas não vou fugir, pelo menos 80% da culpa foi minha. O importante é ter cara de pau, desça um pouco a página e você verá esse meta novamente para 2013. :)

( ) Malhar

Não entrei na academia nem para experimentar por um mês como tinha imaginado, mas isso aconteceu mais por motivos estruturais do que por sedentarismo. Depois de sair olhando todas as – poucas – academias da cidade, a única decente era cara demais para o meu bolso que estava tentando gastar apenas o necessário em 2012… Resultado: deixei essa meta de lado, de propósito.

( ) Viver mais offline

Essa definitivamente não se cumpriu, até porque esse ano se resumiu em trabalho, e eu trabalho com internet, o que significa… full-time job! Mas acho que em 2013 existe uma pequena chance da meta dar mais certo, vamos acompanhar.

(x) Ser mais focado

Acho que consegui ter muito mais foco no primeiro semestre do ano, mas no geral, essa meta não decepcionou, e é outra que tem tudo para melhorar ainda mais a partir de agora.

( ) Estudar mais

Esse item valeria se eu tivesse continuado a faculdade, mas como eu só volto para lá esse ano…

(x) Ler mais

Foram poucos livros comprados, mas para quem nunca teve esse costume, foi um avanço e tanto! Estou até pensando em começar a fazer mais resenhas no blog, o que vocês acham? Também de filmes, séries… :)

(x) Economizar

Consegui comprar meu notebook, smartphone, minha tão sonhada DSLR e ainda juntar uns trocados para Juiz de Fora em 2013, sinal de meta cumprida, né? Mas ainda preciso trabalhar nela, principalmente quando a compra é de comida; em supermercado meu sobrenome é Impulso.

Em agora, as metas para 2013:

Agora resta esperar mais 365 dias e ver no que dá, né? Você se identificou com algum ou vários itens da minha lista? :)

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Quem me acompanha desde o início do blog, sabe que fotografia há muito tempo é uma paixão para mim, mas eu nunca tive condições de comprar uma câmera melhor para aperfeiçoar e colocar em prática tudo o que eu leio (e escrevo) sobre. Meus pais sempre gostaram de investir na construção de casas para receber um pouquinho de cada aluguel todo o mês, e atualmente eles estão cuidando do acabamento da mais recente, para onde nós mudamos!

Já que eu não podia contar com a ajuda deles, me restou juntar uns trocados que restaram do estágio (a maior parte foi para o meu notebook) e outros dos meus trabalhos como freelancer. Achei que nunca fosse escrever esse post, mas finalmente chegou a hora: há duas semanas eu comprei minha primeira câmera profissional, uma Canon EOS Rebel T3i!

Vocês devem imaginar a euforia quando o status do rastreamento estava no “Saiu para entrega“, né? Só dava o Zé na janela esperando o moço dos Correios! Quando chegou, meu pai saiu correndo com o pacote e eu atrás pra pegar, família super normal, vocês não tão entendendo. Passei a tarde fuçando, tirando fotos de tudo, aquela coisa. Ainda não tive tempo de fazer fotos realmente legais com ela, mas calma, vou ter muito tempo pra isso.

Não vou fazer uma review agora porque eu ainda não tenho uma opinião 100% formada, vou deixar com vocês apenas algumas especificações da câmera, ok?

Canon EOS Rebel T3i ou Canon EOS 600D
Lançada em fevereiro de 2011;
Sensor CMOS APS-C 22.3×14.9mm;
17,9 megapixels efetivos;
Tela LCD flip-out de 3.0″;
Fotografa em RAW;
Filma em full HD (1080p);
Chega a 60fps em vídeos HD (720p);
Velocidade máxima de 1/4000s e mínima de 30s;
Sensibilidade (ISO) máxima de 6,400 ou 12,800 expansivo
Lente do kit EF-S 18-55mm f/3.5-5.6

Fiz a compra na Detona Shop por exatamente R$1.898,65 com frete (acho que o preço abaixou ainda mais) e super recomendo, o atendimento é muito bom, até cheguei a comentar no Twitter de como fiquei abismado, vale a pena! E não é jabá, viu gente? AISDAUSDH

O próximo passo agora é uma lente fixa mais aberta, mais clara. Óbvio que eu estou falando de uma 50mm, a lente que todo mundo deve ter, perfeita para retratos! :)

Aposto que muitos de vocês já possuem suas câmeras profissionais (de entrada ou não) há mais tempo que o dono do blog aqui, né? Mas chegou minha hora! Felizes por mim? ^-^

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Em algum momento desse fim de semana eu estava lendo sobre a campanha “Eu quero sua câmera velha“, do Queimando Filme e me toquei que eu nunca tinha falado direito sobre minhas duas câmeras “de gaveta” aqui no blog. Pronto, pauta de segunda na mão!

Se você nasceu no início dos anos 90 (ou antes disso), com certeza sua família tinha uma câmera analógica que era levada para todas as viagens e registrava todos os momentos mais legais dos fins de semana. Comigo não foi diferente; minha mãe sempre tomou a iniciativa de fotografar meus irmãos e eu desde bebês, enquanto meu pai nunca ligou pra isso, hehe. Um pouco antes de eu nascer, ela comprou nossa primeira câmera (antes disso as fotos eram feitas com câmeras emprestadas), uma Kodak preta que foi roubada quando eu tinha uns 5 anos, então eu nunca pude saber o modelo para pesquisar sobre ela hoje, e quem disse que alguém aqui em casa lembra? Quando a câmera foi roubada, minha mãe comprou uma bem baratinha, e uns anos depois, depois de alguns defeitos, uma terceira, também baratinha, que eu tenho aqui comigo: a Tron Linea.

Em 2009, fascinado pelo mundo analógico, eu queria voltar a fotografar com filme. Mas só em 2010, eu peguei emprestada a Yashica MG-3 da minha amiga (ela me deu de presente depois, valeu de novo friend!) e não quis deixar o filme de lado nunca mais! Tá que até hoje eu só fotografei 4 rolos (tô no 5º), por falta de dinheiro tempo e criatividade, mas eu tô só começando, me deixem! AUISHDSDF

Vocês têm essas câmeras analógicas jogadas no fundo da gaveta? Quais os modelos? Tá na hora de comprar um filme e botar todas pra trabalhar, coitadas, tão pedindo por carinho!

Pra terminar, algumas fotos feitas em 2010 e no início de 2011 com a Yashica MG-3.

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+