Design Archives - Melhor Ângulo

Urban Outfitters é uma das lojas mais legais da internet e nos últimos anos ela se popularizou bastante, se alguém aí não conhece não sabe o que anda perdendo. Eu particularmente descobri a Urban em 2009 e juro que ainda tenho algumas imagens do site dessa época salvas no computador, já que o Pinterest ainda nem sonhava em nascer (ou pelo menos estourar), haha.

Recentemente aconteceu um boom da temática minimalista na internet, que anda percorrendo todo o estilo de vida das várias pessoas adeptas, tanto na decoração, fotografia, roupas, acessórios e objetos pessoais. Daí que a Urban atualizou seu catálogo de cases para iPhone há algumas semanas e muitas delas se encaixam nessa estética que envolve muitas texturas delicadas como o couro e o mármore. Fiz uma seleção com as minhas preferidas entre as minimalistas e as normais (muito tropicalismo, por favor) pra vocês verem:

iphone-cases

Para ver a categoria de cases no site, vem cá.

A loja entrega no Brasil desde 2012 e dependendo do preço original, até vale a conversão e torcer pra não ser taxado, porque é bem difícil encontrar algo parecido por aqui.

Já o iPhone infelizmente não rola de importar com essa facilidade, então a gente acaba precisando comprar aqui mesmo, né? O pessoal do Cupons Mágicos liberou pra mim e pra vocês um cupom de desconto de 10% no Walmart para o iPhone 6, valendo até o final de abril. Descontão!

Cupom

Clique na imagem ou aqui para ver o cupom.

O site Cupons Mágicos é parceiro do blog de longa data e de vez em quando tem post com a participação deles por aqui, com descontos super legais, então é só ficar de olho aqui no blog pra não perder um legal como esse. 10% no iPhone não é pouca coisa não, viu? :)

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Todos os anos o mundo do cinema testemunha grandes lançamentos, filmes incríveis, e outros nem tanto. E um dos melhores e mais simples caminhos na hora de divulgar é apostar no fator primeira impressão, ou seja: os pôsteres. Resumir uma história inteira em uma imagem é certamente bem difícil: é preciso estudar o roteiro, os personagens, a fotografia, enfim, entender o filme como um todo para tentar traduzir tudo isso em um pôster que chame atenção, seja esteticamente interessante e signifique alguma coisa de fato.

Em 2015 tivemos ótimos exemplos disso. O engraçado é que coincidentemente (ou não) vários dos melhores pôsteres que eu selecionei são de filmes que também tiveram boas críticas. Acho que isso mostra o cuidado que as esquipes de produção tiveram em todos os sentidos: quando é pra ser bom, vai ser bom em tudo.

São 15 cartazes, alguns com mensagens ocultas, outros que se destacam pela delicadeza. Dica: tentem entender os pôsteres sem assistir aos filmes, depois assistam e analisem de novo. Um bom exercício pra treinar o olhar. ;)

Pôster Perdido em Marte - Os melhores pôsteres do cinema em 2015

Perdido em Marte

Pôster Brooklin - Os melhores pôsteres do cinema em 2015

Brooklin

Pôster Carol - Os melhores pôsteres do cinema em 2015

Carol

Continue Lendo

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Parece que a onda das bebidas desintoxicantes vieram pra ficar, né? Desde o último verão venho reparando no quanto as pessoas estão falando cada vez mais de suco verde, detox, couve, smoothie… e pra falar a verdade eu tô adorando isso tudo, porque sempre fui um amante de sucos naturais, apesar de nem sempre ter tempo suficiente pra fazê-los nessa correria que é a vida. Acontece que essa preferência por alimentos mais orgânicos vem de mais tempo lá na gringa, e é por isso que a gente vê mais marcas internacionais produzindo esses produtos em escala maior (e aparecendo com preços mais salgadinhos nas prateleiras do Brasil).

Mas vamos ao que interessa? Hoje eu resolvi unir esse meu gosto por bebidas naturais e a paixão por design de embalagens e selecionei 5 projetos bacanas do Behance, incluindo um de terras tupiniquins. Dica: além de se inspirar pelo design das garrafas, faça como eu e anote algumas das combinações de frutas/hortaliças que aparecem nos rótulos pra tentar em casa! ;)

The Pressery

The Pressery, de Tim Jarvis

A especialidade da The Pressery é o leite de amêndoas, muito utilizado lá fora pra fazer smoothies, que eles também produzem! As misturas por geralmente levarem leite formam essa paleta de cores linda, em tons pastel.

J+

J+, do Empatía

Talvez seja o projeto mais hipster desse post, o J+ digno de aparecer em fotos super reblogadas no Tumblr. A proposta aqui é ser super minimalista e dividir as combinações por números, facilitando o pedido pra quem virar consumidor fiel.

Froo.it

Froo.it, do Sweety Branding Studio

É impossível não se apaixonar por qualquer projeto do Sweety Branding Studio, da brasileira Isabela Rodrigues. O destaque aqui fica para as ilustrações fofas dos rótulos, onde as frutas aparecem como amigas, de mãos dadas e tudo!

Roots & Bulbs

Roots & Bulbs, da Robot Food

O Roots & Bulbs é um “bar de smoothies” super conhecidinho em Londres, e esse projeto da Robot Food baseado em rótulos transparentes veio muito a calhar, já que as cores mais escuras dos sucos combinam perfeitamente com a estética intimista e natural do lugar. A nomenclatura é tão simples quanto o da J+, combinando uma letra (G para Greens, por exemplo) e um número. Me lembrou os filtros do VSCO Cam, hahaha.

The Juice Cleanse

The Juice Cleanse, do Glasfurd & Walker

Aqui o caso é diferente. O The Juice Cleanse é uma linha de produtos especial do The Juice Truck, feita pras pessoas que procuram uma dessas desintoxicações que duram entre 3 e 7 dias, sabe? As garrafas vêm em caixas com as quantidades certas de acordo com quantos o cliente pretende fazer, tudo prontinho para o consumo. Destaque para os nomes de esmalte pra cada um dos sucos. ;)

E aí, o que achou dos projetos? Quais são seus preferidos? Comenta aqui embaixo e me diga se gosta desse tipo de post!

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

Quando eu postei essa receita de frappuccino aqui no blog, contei que só há pouco tempo comecei a gostar mais de café. Acho que o problema é que antes eu só conhecia o preto expresso ou passado na hora, não sabia a fundo sobre as mil variações e misturas que podem ser feitas. O legal é que esse novo paladar se juntou à minha fascinação pelos ambientes propriamente ditos dos cafés gringos (aqui tem até um post de inspiração) e nessa ~onda~ hoje o post é dedicado a identidades visuais tanto do grão quanto dos estabelecimentos. Fiz uma seleção com 8 projetos retirados lá do Behance, todos entre os meus favoritos. Já peço desculpas por não colocar todas as imagens dos projetos, é pra não ficar gigantesco. Mas é só clicar no link de cada um e ir lá ver tudo na íntegra! Ó só:

Fernwood Coffee

O que mais me conquistou nesse projeto de identidade visual foram as cores que têm uma pegada náutica, mantendo-se sempre no branco, vermelho e azul marinho. A razão para o estúdio Glasfurd & Walker ter tomado essa direção provavelmente se deu porque a base desse café fica em Victoria, no Canadá, uma cidade portuária de navios-cruzeiro. A solução não só trouxe identificação com a cidade e o comércio local como combinou muito bem com a proposta intimista e até um pouco retrô que cafés geralmente têm.

Fernwood Coffee

J. Hornig

A J. Hornig é uma marca tanto de café em grão como também tem seus espaços espalhados pela Áustria. Esse projeto desenvolvido pela Moodley envolveu toda a identidade visual, que se estende até mesmo aos triciclos ambulantes que levam café até as pessoas! As principais cores escolhidas são o marrom, vermelho e branco, combinação que me apaixona só de olhar! Outras cores de apoio são o azul e o verde musgo. Vale a pena ver todas as imagens do projeto, porque são muito lindas e bem clicadas. ;)

J. Hornig

Miscela di Caffè in Grani

Esse segue uma tendência mais moderninha e minimalista que tenho visto bastante no Behance. Reúne a presença de uma fonte bem redondinha em caixa alta, cores claras e até fluorecentes, e ilustrações que aparecem geralmente em forma de padronagem. Lindo!

Miscela di Caffè in Grani

JOCO

A JOCO não produz nem é um café, e sim uma empresa que fabrica copos próprios para a bebida. A ideia aqui é proteger o meio ambiente de hábitos ruins como o do copo descartável (de plástico ou isopor) e continuar bebendo o café diário com estilo, num produto feito com materiais pensados sustentavelmente. Bacana, né?

JOCO

General Cafe

O General Cafe fica em Gettysburg, na Pensilvânia, e também tem a preocupação de ter produtos pensados de forma ecológica. A identidade visual é simples, mas cumpre seu papel de forma muito dinâmica. Destaque para os vários ícones criados para a marca e essa colherzinha de mexer o café que é até bastante comum lá fora, mas que deveria aparecer com mais frequência nos estabelecimentos brasileiros. Uma oportunidade de aplicação muito bonitinha para marcar a presença de um logotipo!

General Cafe

The Reformatory Caffeine Lab

Essa não é uma coffee shop como as outras. Simon Jaramillo é um cara que cresceu numa família que cultiva café há 110 anos e por isso virou um alucinado pela arte de colher, secar, moer e usar o grão nas bebidas. O The Reformatory Caffeine Lab tem a proposta de trazer uma experiência totalmente nova para os visitantes, algo muito ligado a todo esse processo de produção, à “química” do café. O mais legal é que o lugar tem também uma ligação com os quadrinhos, com inúmeras ilustrações nas paredes, várias delas em homenagem ao Coringa, personagem da DC Comics.

The Reformatory Caffeine Lab

Joe’s Coffee

Nos Estados Unidos é muito comum a expressão “a cup of joe” quando alguém pede por uma xícara de café, e essa foi a frase que inspirou a criação do Joe’s Coffee. A identidade visual do lugar é baseada na silhueta do rosto de um homem, mais precisamente o próprio Joe que deu origem à expressão. É uma história meio longa que não vale a pena ser contada aqui, mas digamos que esse Joe viveu há muito tempo e era bem importante, hahaha. Toda a papelaria do café também tem um ar bem retrô, que condiz com o tempo da história que deu origem à tudo isso. :)

Joe's Coffee

Dorigenn

E pra finalizar, taí um projeto que achei bem brasileiro, e não tive essa impressão necessariamente por causa das cores, mas sim pelas ilustrações bem tropicais. Só depois fui descobrir que a marca é colombiana, daqui do lado! Toda essa estética está aí para representar diferentes regiões nos arredores da Colômbia (inclusive Amazônia) e o que elas podem trazer de sabores e aromas para o café. Muito legal, né?

Dorigenn

É isso, espero que tenham gostado desse post mais focado em design. Prometo trazer mais conteúdo bacana pra essa categoria! Comenta aqui embaixo o que achou! ;)

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+