Revelei: Zenit 122, Kodak Ultramax 400 - Melhor Ângulo

A última vez que usei minha Zenit 122 foi no final de 2012, cê tem noção disso? Vão fazer 5 anos e eu estou muito chocado com essa informação. Como previ no post da época, o motor da câmera já estava dando os primeiros sinais de falência e não deu outra: ela ficou parada todo esse tempo porque parou de vez. Alguma coisa estava presa (ou bamba) nas engrenagens e isso fazia com que eu não conseguisse passar para o próximo frame do filme, fotografando tudo pela metade. Daí que eu não tive muita saída, já que não conheço nem consegui achar alguém que consertasse aqui na região de Cataguases e Juiz de Fora. Resultado? Câmera na gaveta.

Até que num belo dia de céu azul eu decidi tomar uma atitude. Pesquisei nas profundezas da internet por vídeos, postagens de blog, conserto de outras câmeras, tudo pra ver se alguma coisa, qualquer coisa me dava uma esperança. Acabei abrindo a câmera e forçando uma pecinha que tem embaixo da manivela de rodar o filme e era isso, minha Zenit 122 voltou a funcionar que é uma beleza e eu fiquei me culpando por não ter feito isso antes.

Fotos analógicas Zenit 122

Fotos analógicas Zenit 122

Entre o mês de outubro de 2016 e março de 2017 fotografei situações do cotidiano, como sempre gostei de fazer com fotografia analógica. Usei o filme Ultramax ISO 400 da Kodak pra dar uma variada em relação ao clássico ColorPlus 200. A câmera ainda tem algum probleminha que cria pontos de luz no mesmo lugar em todas as fotos, provavelmente mofo na câmera. Tirei na edição, mas tenho que ver isso direito. Por enquanto vocês ficam com as minhas favoritas desse rolo. ;)

Fotos analógicas Zenit 122

Rolê pra ver e comprar plantinhas? Teve sim.

Fotos analógicas Zenit 122

Andando pela UFV quando fui dar uma palestra no ano passado.

Fotos analógicas Zenit 122

Fotos analógicas Zenit 122

Sabe a vontade que dá de fotografar alguém ou alguma situação bonita e bate uma vergonha de pedir? Pois eu fui em frente e abandonei esse medo. O casal deitado, o cachorrinho e os amigos aqui embaixo são resultados disso.

Fotos analógicas Zenit 122

Fotos analógicas Zenit 122

Fotos analógicas Zenit 122

Fotos analógicas Zenit 122

Fotos analógicas Zenit 122

Fotos analógicas Zenit 122

O engraçado dessa última é que esse lugar não emite nenhuma luz azul nem rosa, foi tudo resultado da revelação (e eu dei uma intensificada, não vou mentir). Nada como a surpresa de saber como saíram as fotos de um filme. ?

Você aí sentia falta desse tipo de post aqui no blog? Comenta aqui embaixo o que achou das fotos! ;)

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

  1. MANASSÉS
    03 de junho de 2017 às 19:09

    Com certeza! Amo demais essa tua Zenit! Queria muita uma! Tô me planejando!

    Responder


    • 03 de junho de 2017 às 21:32

      O bom é que ela costuma ser mais barata que outras, super indico, espero que encontre uma!

      Responder

  2. Addam César
    05 de junho de 2017 às 14:53

    Sentia muita falta sim :( Ameeei! Que fotos e post lindos, Zé <3

    Responder


    • 08 de junho de 2017 às 13:58

      Obrigado, Addam! <3

      Responder

  3. Karina Fagundes
    06 de junho de 2017 às 19:23

    Você voltou <3 Fico tão feliz por isso, eu te acompanho por anos (eu nunca ainda tinha comentado). Sempre indiquei seu blog pra amigos e até foi por conta do seu e alguns outros que criei o meu :)
    Faz tempo que apareço por aqui pra ver se tem algum post novo, mas só agora eu fui ver que o blog está ativo mais uma vez <3
    Agora sim vou poder arrumar meu blogroll e te colocar lá!
    E sobre as fotos eu amei todas, faz tempo que quero comprar uma zenit (desde seu primeiro post sobre ela) mas só agora encontrei uma em um bom estado :)
    Espero que você continue postando pois seu blog é o meu favorito por anos <3
    Beijos!

    Responder


    • 08 de junho de 2017 às 14:00

      Karina, que feliz eu fiquei com seu comentário! <3 Obrigado por me acompanhar por tanto tempo, mesmo com minhas sumidas frequentes. :( Visitei seu blog e achei super amorzinho, tô seguindo! Beijo!

      Responder

  4. Felipe Souza
    07 de junho de 2017 às 12:46

    Eu amo essa intensidade das fotografias analógicas, sabe? Os momentos, as cenas, as lembranças parecem tão mais vivas, surreal! As fotos ficaram ótimas, minhas preferidas foram a primeira, terceira, quinta e nona. Estava com saudade destes posts aqui no blog. Acompanho já faz bastante tempo e confesso que sempre entrava aqui na esperança de um novo posto seu ?. Abraço.

    Responder


    • 08 de junho de 2017 às 14:02

      Nossa, isso é muito verdade, essa vida a mais que as fotos analógicas tem! Fico feliz quando contam que entram aqui pra ver se tem post novo, ao mesmo tempo que bate uma dor na consciência. Quero postar sempre agora, não some! Abraço. <3

      Responder

      • Felipe Souza
        11 de junho de 2017 às 00:47

        Não vou sumir ;)

        Responder

Deixe um comentário!


Comentário:
Para ter sua foto no avatar dos comentários, siga esse tutorial.