3 filmes com Robin Williams que marcaram minha infância - Melhor Ângulo

Robin Williams RIP

No último domingo o mundo recebeu a triste notícia da morte de Robin Williams, um dos maiores nomes do cinema norte-americano, principalmente quando o assunto é comédia. O ator fez parte da infância da maioria das pessoas nascidas nas décadas de 80 e 90 (da minha inclusive) e seu bom humor e carisma vão fazer muita falta. Resta tentar aliviar as saudades com as relíquias que ele deixou em nossas mãos, e é de três deles que eu vou falar hoje

Uma Babá Quase Perfeita

Esse filme é um clássico da Sessão da Tarde e sempre que passava eu corria pra assistir de novo! É um desses filmes que têm uma atmosfera de magia, que mexe com a imaginação, algo que também aparece em outros títulos dos anos 90 (como Matilda, As Namoradas do Papai e Esqueceram de Mim) e que só podem ser traduzidos em: infância. Sinto falta de quando roteiros como o de Uma Babá Quase Perfeita eram levados a sério. Acho que hoje algo assim resultaria em algo muito ridicularizado e caricato, e com certeza dariam um jeito de encaixar diálogos recheados de besteirol.

Nem preciso dizer que Robin é maravilhoso no filme e tira a Sra. Doubtfire de letra, com atuação que merece ser destacada e figurino feat. maquiagem incríveis!

Jumanji

Lembro até hoje que assisti Jumanji pela primeira vez quando minha amiga levou uma fita cassete alugada lá em casa dizendo que o filme era muito legal! Confesso que na ocasião fiquei um pouco assustado com todas aquelas situações bizarras que os personagens precisam enfrentar e cheguei até a ter pesadelos na época, mas mais crescidinho enxerguei o quanto Jumanji é demais!

Williams faz o protagonista Alan, que quando criança descobre um jogo de tabuleiro num velho baú e chama sua amiga Sarah para uma partida. A partir daí é, digamos, um pouco difícil parar de jogar. Mas ó, se alguém encontrar o Jumanji em algum rio por aí, pode me chamar pra tentar uma partida que eu topo hein!

O Homem Bicentenário

O Homem Bicentenário tem bem a cara da virada do milênio, com toda a temática tecnológica e futurista. Mas se engana quem pensa que se trata de um filme sério e cheio de efeitos especiais. O filme é do mesmo diretor de Uma Babá Quase Perfeita, e o bom humor está novamente lá. Robin faz o robô Andrew, que em determinado momento de sua “vida”, passa a desejar ser um humano como outro qualquer, e para isso precisa passar por uma transformação para ficar pelo menos parecido com um. Minha fascinação na época foi justamente com o lado robótico da coisa, achava incrível e morria (ainda morro) de curiosidade para saber como fizeram as gravações!

É isso, esses foram os filmes de Robin Williams que mais marcaram a minha infância e que vão continuar presentes na minha vida por muito tempo, não importa a minha idade. Vale lembrar que ele também esteve nos aclamados Sociedade dos Poetas Mortos, Aladim, Gênio Indomável, Flubber, Patch Adams e Amor Além da Vida. O que acham de organizarem uma maratona com os amigos pro fim de semana? :)

Saudades desde já, Robin! <3

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

  1. Therry Lee
    14 de agosto de 2014 às 19:37

    Jumanji <3

    Outro que amo também é Patch Adams, que é até bizarro a relação da história com o que houve com ele .-.

    Responder


    • 14 de agosto de 2014 às 20:30

      Todo mundo fala desse, mas eu nunca vi! :( Tá na minha listinha!

      Responder

    • Thiago Souza
      20 de agosto de 2014 às 08:47

      Fazia empreendedorismo quando vi Patch Adams e foi por conta desse filme e influência de um professor que foi influenciado pelo Robin Williams que participei de um projeto incrível em uma instituição de crianças órfãs. Long Story.

      Sei que é sobre filmes que marcaram sua infância Zé, mas se ainda não viu veja, Patch Adams e Sociedade dos Poetas Mortos.

      E pra finalizar, bem que ele podia ser bicentenário mesmo né!? :/

      Responder


      • 21 de agosto de 2014 às 23:25

        Tô pra ver Patch Adams há vidas, verei nas próximas semanas. E sim, não cairia mal ser bicentenário!

        Responder

  2. BA MORETTI
    15 de agosto de 2014 às 11:20

    robin é foda. uma puta de uma perda!
    pra mim, jumanji sempre vai marcar e agora deixar saudades

    Responder

  3. Lidia Matos
    15 de agosto de 2014 às 23:51

    Eu amo Sociedade dos Poetas Mortos. Nem tenho palavras para descrever como me sinto pelo filme!

    http://www.prefirobsides.com.br/

    Responder

    • Thiago Souza
      20 de agosto de 2014 às 08:53

      Adorando seu site aqui Lídia Matos. E ketchup salva vidas, quer dizer comidas. \o\

      Responder

  4. Daniela Carvalho
    17 de agosto de 2014 às 23:25

    Que engraçado, mas também são os filmes em que comentei com algumas pessoas ao saber da morte dele.
    É uma pena perder um talento como o dele, e triste saber que uma pessoa que proporcionava alegria para as pessoas era tão infeliz ):

    Responder

  5. Ana Cristina Marcelino
    19 de agosto de 2014 às 14:20

    Eu nunca assisti Jumanji. =( Vou colocar na minha listinhas de filmes para assistir. Agora, Uma babá quase perfeita era muito engraçado, eu adorava assistir esse filme e também, sempre que ia passar na Sessão da Tarde eu ia assistir. hahaha *-*
    O Homem Bicentenário era lindo, perfeito. *-* Eu chorei muito vendo esse filme. ~~chorona. hahhaa Mas era muito bom.
    Eu amei esse post. <3

    Beijos
    http://www.garotaeseuslivros.com/
    https://www.youtube.com/user/anacrisinah <3

    Responder

  6. Thamires Oliveira
    20 de agosto de 2014 às 08:25

    Não quis acreditar quando vi as noticias sendo tuitadas. É uma pena….
    Jumanji é sem dúvidas meu filme favorito dele ?

    Responder

  7. cupom de desconto Submarino
    21 de agosto de 2014 às 18:49

    É uma pena a gente ter pedido ele, adorava os filmes que ele fazia..

    Responder

  8. Aninha
    23 de agosto de 2014 às 22:57

    Jumani foi o filme da minha infância! Sonho da minha vida na época era ter aquele jogo. Eu não estava acreditando que ele tinha morrido (achava que era fake) até aparecer no jornal. Foi uma perda muito grande para o cinema! E ainda tem uns 4/5 filmes que ainda serão lançados com ele… T_T
    Adorei o post!

    Responder


    • 25 de agosto de 2014 às 12:26

      Nem me fale, Aninha, fiquei meio em choque com a notícia, ele é desses caras que a gente pensa que não vão morrer nunca… :(

      Responder

  9. Mylena Rocha
    31 de agosto de 2014 às 23:11

    Nossa, até me lembro a primeira vez que assisti Jumanji, eu estava com medo ao mesmo tempo que não conseguia parar de ver hahaha Inesquecível <3

    Responder

  10. Marcos Holkem
    06 de novembro de 2014 às 16:29

    Sociedade dos Poetas Mortos

    Responder

Deixe um comentário!


Comentário:
Para ter sua foto no avatar dos comentários, siga esse tutorial.