7 filmes que vi no cinema esse ano (até agora) — Parte 1 - Melhor Ângulo

Pra quem não sabe, além de registrar e avaliar no Filmow os filmes que eu assisto, eu também anoto tudo no Listography, organizando por mês, quais eu já tinha assistido e os que eu assisti no cinema. Um dia desses, resolvi comparar a lista desse ano com a do ano passado, e me surpreendi ao perceber que só nesses quatro primeiros meses de 2014 eu já assisti mais filmes no cinema que no ano de 2013 inteiro! E acho que há grandes chances desse padrão continuar, visto as estreias que estão por vir.

Hoje vou falar um pouquinho de cada um desses filmes. Não espere grandes resenhas, são só pequenas impressões, detalhes que eu gostaria de destacar, coisas que aconteceram no dia em que eu vi. :)

Elsa em Frozen

Resenha Melhor Ângulo de Frozen

Eu não estava dando nada por Frozen. Tinha visto poucos trailers e achava tudo muito mais ou menos, sabe? Talvez essa impressão tenha sido influenciada por um certo preconceito que eu tenho com filmes de princesa nesse formato de animação 3D. Querendo ou não, cresci numa época em que os filmes da Disney eram automaticamente relacionados aos desenhos em 2D, e essas “tecnologias de hoje” acabam me incomodando um pouco. #nostalgia Mas deixando isso de lado, assisti Frozen em janeiro com a Gabi e saí da sala apaixonado, hahaha. Sério, um dos melhores filmes do ano, assim, de cara! E uma das coisas que eu mais gostei foi que apesar dos pontos de romance aqui e ali, o foco da história é no amor fraternal de Anna e Elsa, sem príncipe aparecendo do nada para salvar a princesa. E destaque para a “performance” da música Let It Go, porque gente, eu quero morar naquele castelo!

The Book Thief

Resenha Melhor Ângulo de The Book Thief

Lembro como se fosse ontem de estar no 1º ano e ver várias pessoas no CEFET lendo “A Menina Que Roubava Livros”, naquela clássica capa toda branca com o guarda-chuva vermelho. Apesar de nunca ter lido, a história sempre esteve à minha volta, então fiquei muito curioso quando fiquei sabendo da adaptação. Li que as críticas não foram das melhores, mas gostei muito do filme em geral, principalmente das atuações da pequena Sophie Nélisse, de Geoffrey Rush e de Emily Watson, esses dois últimos já nomeados ao Oscar por outros trabalhos. Vale lembrar também da fotografia, que no início faz uma clara referência à capa do livro, com cenas muito brancas, por conta da neve, e depois aos poucos escurece e ganha um aspecto mais dramático quando o filme começa a focar no tema nazista.

Ninfomaníaca

Resenha Melhor Ângulo de Ninfomaníaca

Assistir Ninfomaníaca não era nem uma possibilidade, principalmente depois de ter avaliado “Anticristo” — também de Lar von Trier — como “definitivamente não é o tipo de filme que eu gosto”. Mas como estávamos em grupo e decidimos levar tudo com bom humor, resolvi dar mais uma chance ao diretor dinamarquês e à nova produção. Achei que o saldo da sessão seria uma boa dose de cenas zoadas por serem doentias ou bizarras demais, mas levei o filme mais a sério do que pensava. E apesar de toda a promoção unicamente voltada ao lado “sexual” da história, não achei tão pesado nesse sentido. Mais drama, menos sexo. Dizem que o Volume II é mais explícito, mas esse não chegou aos cinemas daqui, então…

Uma Aventura Lego

Resenha Melhor Ângulo de Uma Aventura Lego

Outro que não tinha me chamado muito a atenção, mas que paguei a língua. Assisti “Uma Aventura Lego” em Niterói, num rolezinho no shopping com o Filipe, e me surpreendi com a qualidade do filme! As referências à cultura pop me lembraram Detona Ralph (num bom sentido), a animação pensada no mundo feito de LEGO é muito bem representada (adorei cada solução!) e achei o roteiro interessante, me prendeu do início ao fim. A musiquinha então nem se fala: “Tudo é incríveeeeeel!” Grudou pra sempre na minha cabeça, haha.

E aí pessoas, quem aí já viu algum desses filmes no cinema? A segunda parte do post entra no ar ainda essa semana. :)

Compartilhe:
Facebook Twitter Pinterest Google+

  1. Priscila Carvalho
    29 de abril de 2014 às 19:42

    Assisti os dois volumes de nifomaníaca e sinceramente.. quero meu tempo de volta. Me sinto totalmente uma ignorante quando vou conversar com alguém sobre o filme porque todo mundo parece querer mostrar o quando entendeu o lado poético kk mas não aguentei . o final é até “surpreendente”, mas DOIS VOLUMES? é pura encheção de linguiça , muito lento na minha opinião :B

    http://www.bygarotas.com <3

    Responder


    • 29 de abril de 2014 às 22:15

      Eu não gosto é quando vêm se fazer de hipster e cinéfilo quando vão falar do filme, hahaha. Acho que é tipo isso que aconteceu com você, né?

      Responder

  2. Vinicius Cirilo
    29 de abril de 2014 às 20:41

    Assisti Frozen e gostei muito. Fiquei apaixonado pela Elsa, a cena do castelo é a melhor haha e achei legal não terem feito aquela coisa de sempre: princesa-príncipe-amor-amor-final feliz. Só me incomodou o fato de não falar o por quê de a Elsa ser do jeito que é. Mas estou louco por esse filme.
    Li A menina que roubava livros e estou louco pra assistir a adaptação.

    Responder


    • 29 de abril de 2014 às 22:16

      Verdade Vinicius, essa explicação ficou em falta, não tinha percebido bem. Lembro de alguém ter comentado na época, mas não guardei a informação, tava muito ocupado querendo ser amigo da Elsa AISDHAUISHSA

      Responder

      • Lucas Souza
        26 de agosto de 2014 às 21:11

        Na verdade, não me falhe a memória, na parte que os pais de Elsa e Anna as levam para ver os Trolls, o ancião deles pergunta se foi maldição ou se nasceu assim, e o pai responde “nasceu assim”, ou seja, a querida Rainha Elsa nasceu com poderes ;)

        Responder


        • 27 de agosto de 2014 às 17:36

          Sim, mas acho que pode ter faltado explicar por que diabos ela nasceu com os poderes, sem nenhuma “herança” ou motivo.

          Responder

  3. Hudson Antunes
    29 de abril de 2014 às 20:47

    Lars Von Trier realmente tem um estilo um tanto quanto indigesto. Abusa das cenas de sexo tentando, talvez, demonstrar que o ser humano é mais animal do que pensa. Não sou do tipo que o condena, mas devo admitir que suas direções também não me agradam indiscriminadamente. Ainda não assisti ninfomaníaca e pelo que vi, não devo assisti-lo tão cedo (me parece ser uma cópia fiel e descarada de Anticristo, só que com outra temática).

    E sobre FROZEN, sério! Devo ser a única pessoa na face da terra que ainda não assistiu. TODOS que conheço e que viram o filme se desmancharam em elogios.

    E Zé, está sensacional a nova vibe do blog. Posta mais, por favor! =)

    Abraços!
    Hudson.

    Responder


    • 29 de abril de 2014 às 22:36

      E ele adora a Charlotte Gainsbourg pelo visto, né? Hahaha Pode deixar, estou tentando postar mais aos poucos. :D

      Responder

  4. Géssica Oliveira
    29 de abril de 2014 às 23:47

    Assisti o filme A vida secreta de Walter Mitty. Vale a pena pela ótima trilha sonora e fotografia. A história tem um fundo motivacional que nos faz refletir sobre sair do lugar comum e fazer a vida valer a pena.

    Responder

  5. Karyne
    30 de abril de 2014 às 11:22

    Frozen é tão legal =D
    Os outros não assiti =/ não ter cinema na cidade dá nisso! haha

    Blog do Sofá

    Responder

  6. Aline Stéfany
    30 de abril de 2014 às 13:29

    Eu tbm estava pensando que Frozen não seria tãooo bom o quanto me falavam. Mas aí assisti e… sério virou meu preferido. É muito fofo <3
    No começo deste ano, eu li "A menina que roubava livros" e gostei muito. Mas ainda não assisti o filme. Pretendo assistir logo. #Bjs

    Responder

  7. Jonatas Felipe
    30 de abril de 2014 às 18:37

    Eu não sou o único que não curti muito esses filmes 3d de hoje em dia!!! Eu AMO aqueles clássicos da Disney, como” A Pequena Sereia”, “Alladin” e “Rei Leão”, totalmente nostálgico kkkkk.

    Responder

  8. Laura Ribeiro
    11 de maio de 2014 às 01:32

    Desses todos até então só assisti Frozen. Cara, quero muito ler e assistir A Menina que Roubava Livros, me sinto uma leitora super excluída quando lembro que nunca li. :/
    Beijos || http://unlocked-land.blogspot.com.br/

    Responder

  9. Andrea
    12 de maio de 2014 às 18:59

    Nossa, eu coloquei “m” aqui no meu navegador e logo apareceu o “melhor ângulo”. Resolvi dar uma olhadinha, de repente.. e não é que o site está de volta!!! Ebaaaa!! ^_^ E com vários posts pra ler :D :D
    Bom, eu também adorei Frozen!! Fui assistir meio incrédula, já me decepcionei várias vezes com essas animações que todo mundo ama – Shrek é uma delas, não tem quem faça eu assistir de novo. Mas Frozen me impressionou positivamente!! Como você falou, só de mudar o foco pra amor fraternal já é um motivo pra me ganhar, hahaha. Ninguém aguentava mais aquela mesma história de príncipe encantado, bla bla blaaaa.
    A menina que roubava livros também está na minha lista de favoritos de 2014, hahaha. Adoro livros e filmes com fundo geopolítico e esse não deixou nem um pouco a desejar. *_*
    Outro filme que eu assisti foi “Blue Jasmine”, do Woody Allen que, apesar de todas as acusações contra ele, continua sendo um dos meus diretores favoritos. O enredo não tem nada de extraordinário, mas é daqueles que prendem a gente. Além das atuações não só da Cate Blanchett, oscar mais que merecido, como também da Sally Hawkins. Recomendo ;)

    Responder


    • 15 de maio de 2014 às 00:57

      Oi Andrea, que bacana você por aqui, adoro o Toffee Drops! :) Eu tô dooooido pra assistir Blue Jasmine e cadê o tempo? Hahaha Mas depois do seu comentário fiquei animado e já tô até baixando aqui. Beijo!

      Responder

  10. Camila Lacerda
    14 de maio de 2014 às 14:23

    Desses vi apenas ‘a menina que roubava livros’ e amei demais…
    Pois já havia me esquecido da história rs

    http://www.chadecalmila.com

    Responder

  11. Ingrid Arruda
    16 de junho de 2014 às 10:24

    ahhh queria muito ter visto a menina que roubava livros e o Lego T___T
    amei frozen <3

    Parabéns pelo blog =D voltou com tudo né?! adorei !!

    Responder

Deixe um comentário!


Comentário:
Para ter sua foto no avatar dos comentários, siga esse tutorial.